Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

Agro Guerra comercial e Peste Suína Africana refletem no campo, aponta Farsul

Em relação ao mês de agosto, a alta da Soja, em decorrência da valorização da taxa de câmbio, garantiu um crescimento de 2,89% no IIPR, também influenciada pelo preço do Arroz. (Foto: Jonas Oliveira/Fotos Públicas)

A guerra comercial entre Estados Unidos e China já apresenta impacto no bolso do produtor. O Índice de Inflação dos Preços recebidos pelo Produtor Rural (IIPR) fechou abril com uma desvalorização de 1,48%. As principais quedas foram na soja (-3%) e no milho (-2%). Por outro lado a incidência da Peste Suína Africana na Ásia gerou uma valorização de 6% no preço dos suínos. Os dados estão no Relatório de Índices de Inflação divulgado pelo Sistema Farsul nesta quarta-feira, dia 22.

Já o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) registrou inflação de 0,15%. O resultado foi influenciado pela valorização dos fertilizantes em decorrência da variação cambial. No acumulado em 12 meses, o IICP atingiu 6,25%, bem acima do IPCA que está em 4,94%.

A diferença é reflexo dos preços dos fertilizantes e agroquímicos, fazendo com que os custos de produção cresçam mais rapidamente do que o índice de preço ao consumidor. Na relação entre IIPR e IPCA Alimentos também não há sincronia. Enquanto o IIPR tem deflação de 1,82% no acumulado em 12 meses, o IPCA Alimentos aumentou 7,31% no mesmo período, comprovando o descolamento entre os preços no campo e o das gôndolas dos supermercados.

Voltar Todas de Agro

Compartilhe esta notícia:

Luiz Coronel fala sobre propaganda, poesia e cultura no MenuPOA
SPR passa a atender o Canoas Shopping
Deixe seu comentário
Pode te interessar