Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Neymar lamenta vaias e admite que queria voltar ao Barcelona, mas afirma: “é página virada”

Possível chegada de Neymar pode forçar o Real Madrid a emprestar Rodrygo

Sem passaporte europeu, Neymar teria que ocupar uma das três vagas de extracomunitário do elenco. (Foto: Reprodução de internet))

A possível transferência de Neymar do PSG (Paris Saint-Germain) para o Real Madrid pode forçar o clube merengue a emprestar Rodrygo ainda neste temporada. As informações são do jornal Marca.

De acordo com a notícia, ainda que as negociações por Neymar não tenham avançado nos últimos dias, o assunto já é debatido internamente no Real Madrid. Afinal, o craque do PSG não possui passaporte europeu e precisaria ocupar uma das três vagas do elenco reservadas para extracomunitários.

Rodrygo, por consequência, teria que seguir os passos do japonês Kubo (cedido por empréstimo ao Mallorca) e ser emprestado para algum clube. Existe também a possibilidade de ele jogar no Castilla, mas o empréstimo é visto com melhores olhos nos bastidores do clube, segundo o diário.

As outras duas vagas de extracomunitários do Real Madrid, caso Neymar chegue, seriam ocupadas pelos também brasileiros Éder Militão e Vinicius Junior. A janela de transferências na Espanha se fecha no dia 2 de janeiro.

Rodrygo segue recuperando-se de uma lesão no músculo femoral da perna direita. Na pré-temporada, o brasileiro ex-Santos marcou um bonito gol de falta na derrota para o Bayern de Munique, nos Estados Unidos.

Barcelona prepara oferta irrecusável

Na Catalunha, as informações são de avanço do Barcelona. O diário Sport traz em sua capa deste sábado (24) o relato de que o Barça estuda como fazer o Paris Saint-Germain dizer “sim” e aceitar vender o craque brasileiro. A fórmula seria pagar uma parcela agora e incluir um jogador na operação e deixar os franceses escolherem por mais dinheiro ou outro atleta em 2020.

Neymar

O desejo de sair do Paris Saint-Germain nasce da vontade de Neymar em voltar ao Barcelona. No entanto, nas conversas mantidas com o clube francês jamais houve um pedido pela negociação com o ex-time por parte do brasileiro. Em paz, o camisa 10 trabalha no PSG sem pressionar o diretor esportivo, Leonardo. A falta de manifestação de Neymar sobre um desejo em atuar pelo Barcelona é a principal frustração do clube catalão na negociação.

A exposição pública jamais será feita, garantem pessoas próximas do jogador. Só que nem mesmo para Leonardo, Neymar deve se abrir, tornando-se assim valorizado na disputa entre os dois gigantes da Espanha. As conversas entre o atacante e Leonardo sobre o futuro foram poucas.

O dirigente sempre posicionou o jogador sobre uma dificuldade em aceitar uma transferência, com o pedido de dedicação nos treinamentos. Na semana passada, o camisa 10 chegou a ser afastado de atividades com o grupo, mas por uma decisão dos dirigentes.

Deixe seu comentário: