Sexta-feira, 03 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Partly Cloudy

Rio Grande do Sul A Corsan prorrogou por mais um mês a suspensão dos cortes de água por inadimplência

Compartilhe esta notícia:

Medida está em vigor desde o dia 25 de março, para amenizar os efeitos da pandemia.  (Foto: Divulgação)

A fim de minimizar os impactos econômicos da pandemia de coronavírus sobre a população gaúcha, a Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) está adotando uma série de medidas, como a suspensão dos cortes nas ligações de água por inadimplência. A iniciativa, em vigor desde 25 de março, foi prorrogada por mais um mês, conforme decisão de sua Diretoria Colegiada.

De acordo com o comando da estatal, a decisão foi referendada pelo Conselho de Administração e teve como referência medidas semelhantes adotadas por empresas públicas de outros segmentos, que também optaram por manter serviços por 90 dias mesmo nos casos de falta de pagamento.

“A Corsan destaca a importância do pagamento regular das faturas, necessário para a manutenção dos serviços da companhia, que são ainda mais essenciais no atual momento”, destacou a companhia por meio de um comunicado postado nesta sexta-feira (22) no site oficial do governo gaúcho – www.estado.rs.gov.br.

“Multas e juros continuam incidindo para quem pagar sua fatura com atraso, e as demais formas de cobrança estão mantidas. Também como forma de combate aos efeitos da pandemia, a Corsan está concedendo isenção aos clientes de tarifa social, por 90 dias contados desde abril”, prosseguiu.

“A Corsan ressalta que estamos vivendo a maior estiagem dos últimos anos e a maior crise sanitária da nossa época, portanto, evitar desperdício é fundamental”, finalizou a estatal. “O abastecimento está normalizado em todo o Estado, mas a colaboração de todos é fundamental, devido ao baixo nível das fontes de captação.”

Esclarecimentos

Em caso de dúvida ou necessidade de informações adicionais, o consumidor deve acessar o site www.corsan.com.br ou entrar em contato por meio do telefone 0800-646-6444. A ligação é gratuita.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Após divulgação de reunião ministerial, o ex-ministro Sérgio Moro diz que “a verdade foi dita”
Bolsonaro comenta divulgação de vídeo da reunião ministerial: “Farsa desmontada”
Deixe seu comentário
Pode te interessar