Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

Economia André Brandão assume a presidência do Banco do Brasil

Compartilhe esta notícia:

André Brandão trabalhava no HSBC

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
André Brandão trabalhava no HSBC. (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, exonerou nesta terça-feira (22) Rubem Novaes da presidência do BB (Banco do Brasil) e nomeou para o cargo André Brandão.

O novo gestor trabalhava no HSBC. A indicação dele para o comando do BB foi feita em agosto pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e ocorreu após o pedido de demissão de Novaes, que estava no cargo desde o início do governo Bolsonaro.

O decreto com a nomeação de Brandão foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União, junto com a exoneração de Novaes. Mais cedo, nesta terça, Brandão e Novaes estiveram no Palácio do Planalto para uma audiência com Bolsonaro.

Por causa da pandemia de coronavírus, não houve convidados nem discurso na posse do novo presidente do BB.

Perfil

Brandão ingressou no Grupo HSBC no final de 1999, na área de renda fixa, vendas e câmbio. Em 2001, assumiu o cargo de diretor de tesouraria, e posteriormente, foi promovido a diretor-executivo de tesouraria.

Ele também atuou como diretor da área de mercado do banco para toda a América Latina, antes de chegar à presidência, em 2012.

Brandão tem mais de 20 anos de atuação no mercado financeiro. Além do HSBC, já trabalhou também no Citibank.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Ministério da Saúde aprova a volta de até 30% do público aos estádios de futebol no Brasileirão
Chega a 200 mil o número de mortes por coronavírus nos Estados Unidos
Deixe seu comentário
Pode te interessar