Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Magazine Andréa Beltrão ganha joias do acervo de Hebe Camargo

Compartilhe esta notícia:

Durante série, atriz usa brincos, colares e anéis originais do acervo pessoal da artista. (Foto: Reprodução/Globoplay)

Andréa Beltrão recebeu joias da família da apresentadora Hebe Camargo. A atriz interpreta a apresentadora do SBT na série Hebe, que está disponível desde dezembro do ano passado na plataforma de streaming Globoplay.

A apresentadora sempre exibia a exuberância das joias que possuía durante o programa que comandava na emissora de Silvio Santos e fora dela.

“Ganhei todas as joias. A família me deu de presente”, revela Andréa Beltrão, que usou todos os adereços originais na fase bem-sucedida da carreira de Hebe.

A atriz surge na trama entre 1965 e 2012, ano da morte da apresentadora.

Em entrevista à revista Quem, Andréa conta que está acostumada com um visual mais confortável no dia a dia. Porém, durante a gravação da série, teve de se acostumar com o salto alto.

“Dói pra caramba e é difícil de ficar boa, mas a gente consegue ficar boa com muita fisioterapia. Como usei muito salto alto neste período de gravações, acabei adquirindo essa minha ‘amiga’, a fascite plantar”, explica.

Questionada se consegue visualizar Hebe nos dias atuais, em tempos de isolamento social motivado pela pandemia do coronavírus, Andréa usa a imaginação: “Não sei o que ela faria, acho que ela estaria nervosa de ficar confinada. Ela era tão rueira. Também sou rueira, mas acho que menos que ela”.

1) Interpretar Hebe fez com que você pesquisasse sobre ela e descobrisse pontos de admiração e fragilidade nela. Como foi a preparação para vive-la?

Fiquei muito surpresa com tudo o que descobri, aprendi e passei a conhecer sobre a vida dela. A Carolina Kotscho [roteirista] mandou uma pesquisa imensa para mim. Foram quilômetros e quilômetros de vídeo. Também li o livro Hebe – A biografia, do [jornalista Artur] Xexéo, além de duas ou três teses sobre ela.

2) O que mais te surpreendeu nela?

Fiquei absolutamente surpresa e apaixonada porque conheci a Hebe em casa, a Hebe mulher, a Hebe sozinha, a Hebe que ninguém conhece. Foi uma honra e um prazer encontrar essa intimidade dela, dessa maneira convidada. É um trabalho inesquecível para mim.

3) Considera alguma fase especial?

Os anos 80 foram a fase mais interessante da Hebe, para mim, porque ela estava no auge como mulher e como apresentadora.

4) Seu estilo é mais casual que os looks nada básicos da Hebe. Ganhou alguma peça do acervo de Hebe para você?

Sim, ganhei as joias (risos). A família me deu de presente. Estão todas aqui comigo.

5) Verdade que você precisou fazer fisioterapia após as filmagens e teve uma fascite plantar?

Ganhei uma fascite plantar também (risos). Dói pra caramba e é difícil de ficar boa, mas a gente consegue com muita fisioterapia. É uma coisa chata e, muitas vezes, vem do uso de salto alto. Como usei muito salto alto neste período de gravações – e também ao longo da minha vida – acabei adquirindo essa minha amiga, a fascite plantar. Ela vem, ela volta. No momento, estou me livrando dela. É chato à beça. Não recomendo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Luciana Gimenez revela ser ciumenta e intensa em namoro
Filha pede 150 mil reais para tirar a cantora Vanusa de clínica
Deixe seu comentário
Pode te interessar