Sábado, 19 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Partly Cloudy

Rio Grande do Sul Recuperado do coronavírus, o governador gaúcho anunciou a retomada de sua agenda de compromissos presenciais

Compartilhe esta notícia:

Eduardo Leite manteve rotina de teletrabalho durante a quarentena na ala residencial do Palácio Piratini. (Foto: Reprodução/Twitter)

Em transmissão ao vivo na tarde desta terça-feira (4), o governador gaúcho Eduardo Leite garantiu que está recuperado da infecção pelo coronavírus, menos de duas semanas após o exame positivo: “Recebi há pouco o resultado de um novo teste RT-PCR e, cumprido o período de isolamento conforme orientação médica”. Ele também informou a retomada de sua agenda de compromissos presenciais.

Mais jovem político a comandar um Estado brasileiro na atualidade (35 anos completados no dia 10 de março), Leite estava em isolamento na ala residencial do Palácio Piratini, no Centro Histórico de Porto Alegre, desde a confirmação do contágio, divulgada no dia 24 de julho. Na ocasião, o chefe do Executivo se disse surpreso por contrair a doença, da qual manifestou sintomas leves como dor de cabeça e cansaço.

Durante a quarentena no edifício anexo ao Palácio (onde mora desde que assumiu o cargo, em janeiro do ano passado), Leite optou por manter a rotina de trabalho, porém à distância, por meio do telefone e internet. Ele divulgou ao menos dois vídeos com atualizações do seu estado de saúde ao longo desse período.

No primeiro, publicado em sua conta no Twitter horas depois de ser diagnosticado com o coronavírus, o governador frisou a necessidade de resguardo e agradeceu pelas manifestações de apoio que havia recebido:

“Por mais que [a Covid-19] esteja assintomática, tenho que me cuidar bastante. Obrigado a todos pelas mensagens de carinho e boas vibrações para o enfrentamento a esta doença. Em breve, estarei de volta sem deixar de ter cumprido minhas obrigações neste período de recolhimento, por meio do que a tecnologia nos proporciona”.

Essa não foi a primeira vez em que Eduardo Leite apresentou suspeita de contágio. No final de junho, sintomas de gripe fizeram com que ele se submetesse a um teste para coronavírus, mas o resultado deu negativo.

Alerta

A inclusão do governador na lista de casos confirmados de coronavírus no Rio Grande do Sul acendeu o alerta junto a pessoas que haviam participado de inaugurações e outros eventos presenciais junto com ele. Na manhã daquela sexta-feira, 24 de julho, ele chegou a visitar o Hospital de Charqueadas (Região Carbonífera).

Além disso, na segunda-feira anterior viajou a São Paulo, onde foi sabatinado pelo tradicional programa de entrevistas “Roda Viva”, da TV Cultura. No dia seguinte, encontrou-se em Porto Alegre com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello – uma possível infecção acabou descartada por teste posterior. O mesmo aconteceu com membros da comitiva federal e de funcionários do Piratini.

A titular da SES (Secretaria Estadual da Saúde), Arita Bergmann, 72 anos, foi um integrantes da equipe de Eduardo Leite que receberam resultado negativo para Covid. “Tanto o governador quanto a secretária usam máscaras e álcool-gel em todos os eventos”, ressaltou na ocasião o site oficial do governo gaúcho.

(Marcello Campos)

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Governo altera protocolos de bandeira vermelha permitindo abertura de restaurantes e comércio não essencial no RS
Presos responsáveis por roubo a banco em Novo Barreiro
Deixe seu comentário
Pode te interessar