Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Mostly Cloudy

Política Deputado federal Eduardo Bolsonaro presta depoimento em inquérito que apura atos antidemocráticos

Compartilhe esta notícia:

Depoimento foi prestado no gabinete do parlamentar na Câmara dos Deputados e durou cerca de seis horas

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Depoimento foi prestado no gabinete do parlamentar na Câmara dos Deputados e durou cerca de seis horas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, prestou depoimento nesta terça-feira (22) à PF (Polícia Federal) no inquérito que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e o Congresso Nacional.

Eduardo e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) foram intimado a depor. Carlos também já prestou depoimento e negou ter produzido conteúdo para incentivar os atos antidemocráticos.

Nesta terça-feira, Eduardo Bolsonaro foi ouvido como testemunha no inquérito. O depoimento foi prestado no gabinete dele na Câmara dos Deputados e durou cerca de seis horas.

Ao deixar o gabinete, o deputado não quis responder a perguntas da imprensa nem confirmar a presença da PF. Disse que “prefere não comentar” o assunto. O deputado foi questionado sobre relação com investigados no inquérito; divulgação de atos antidemocráticos; e uso de impulsionamento e robôs nas redes sociais.

O inquérito

O inquérito foi aberto em abril pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que atendeu a um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras.

O pedido de investigação foi apresentado por Aras após atos que defenderem o fechamento do Congresso Nacional e do STF, pautas antidemocráticas e inconstitucionais. As investigações já atingiram deputados, empresários e blogueiros bolsonaristas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Com redução de 21% nos postos de trabalho, empregadas domésticas são fortemente afetadas pela crise da pandemia
Bolsonaro e o influenciador digital Felipe Neto estão entre os 100 mais influentes do mundo, segundo a revista “Time”
Deixe seu comentário
Pode te interessar