Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Economia Dólar fecha em queda de 0,57% depois de encostar em R$ 5,40

Compartilhe esta notícia:

Bolsa de valores caiu 1,57% em dia de volatilidade.

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Bolsa de valores caiu 1,57% em dia de volatilidade. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Num dia de volatilidade no mercado financeiro, o dólar recuou 0,57% depois de operar em alta durante boa parte da sessão e encostar em R$ 5,40. A bolsa de valores chegou a subiu durante a manhã, mas reverteu o movimento e encerrou com queda. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (4) vendido a R$ 5,284, com recuo de R$ 0,03 (-0,57%). Durante a manhã, a divisa operou em alta, atingindo R$ 5,38 na máxima do dia, por volta das 10h. A cotação alternou altas e baixas em seguida, até encerrar na mínima do dia.

No mercado de ações, o dia foi marcado pelas oscilações. O índice Ibovespa, da B3 (a bolsa de valores brasileira), fechou a terça-feira aos 103.011 pontos, com recuo de 1,57%. No pior momento, por volta das 13h10, chegou a 100.004 pontos.

Exterior

As negociações foram influenciadas pelo mercado norte-americano. O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, encerrou em alta de 0,62% após sessão instável. O mercado contrabalançou o aumento de tensão nas relações entre Estados Unidos e China, envolvendo o aplicativo TikTok e expectativas de novos estímulos econômicos.

Copom

No Brasil, o mercado aguarda a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central sobre a política monetária, cuja reunião começou nesta terça e acaba na quarta (5). Os analistas preveem corte de 0,25 ponto percentual, com redução da taxa Selic (juros básicos da economia) para 2% ao ano, o menor nível da história.

Um eventual fim dos cortes nos juros básicos ajudaria a conter a queda dos retornos da renda fixa brasileira (que atualmente oferece taxas mais baixas do que as de outros mercados emergentes), dando algum suporte a expectativas de retorno de ingresso de dólares para investimentos em carteira –o que elevaria a oferta de moeda no mercado doméstico e poderia baixar o preço do dólar.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Ministro Jorge Oliveira tem resultado positivo para Covid-19
Covid-19: Brasil chega a 2,8 milhões de casos; mortes passam de 95 mil
Deixe seu comentário
Pode te interessar