Quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Rio Grande do Sul Durante julgamento, mulher beija homem que tentou matá-la a tiros no RS e diz que pretende reatar o relacionamento

Compartilhe esta notícia:

O julgamento ocorreu em Venâncio Aires

Foto: Reprodução
Mulher que casou com avô postiça não cometeu crime, entendeu TJ-MG. (Foto: Reprodução)

O Tribunal do Júri de Venâncio Alves condenou a sete anos de prisão em regime semiaberto, na terça-feira (28), Lisandro Rafael Posselt, 28 anos, acusado de tentar matar a então namorada, Micheli Schlosser, 25 anos, em agosto do ano passado.

O homem, que estava preso no município, ganhou o direito de recorrer da sentença em liberdade, já que é réu primário.

Um fato no julgamento deixou todos perplexos e teve repercussão nacional: antes da condenação, a vítima pediu autorização ao juiz que presidia a sessão para beijar o réu e assim o fez na frente de todos os presentes, dizendo que o perdoava pela tentativa de assassinato.

O criminoso disparou sete vezes contra a namorada em uma praça no Centro de Venâncio Aires. Cinco tiros atingiram a vítima, que estava dentro de um carro. Ela foi baleada na cabeça, em um dos braços e nas costas.

Lisandro se apresentou à polícia no dia seguinte à tentativa de feminicídio e entregou a arma do crime, um revólver calibre 22. Ele foi preso preventivamente.

Os disparos foram motivados por ciúme após uma discussão. Na época, o casal namorava havia um ano e seis meses. Micheli foi hospitalizada e se recuperou. Ela chegou a pedir autorização à Justiça para visitar o homem na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires, mas teve a solicitação negada porque estava sob medida protetiva.

Conforme a vítima, até a data do crime a relação entre os dois era boa e o acusado nunca havia demonstrado atos de agressividade. “De todos os homens que eu tive, foi um dos melhores”, disse.

A mulher afirmou que ele efetuou os disparos porque ela o provocou e que pretende retomar o relacionamento com o condenado. “Daqui em diante vamos conversar, tentar se acertar, ter a nossa casa”, disse após o julgamento.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Passa de 130 o número de mortes provocadas pelo coronavírus na China
Omissões em relação a filho de Lula trazem incertezas sobre acordo de delação de ex-empreiteiro
Deixe seu comentário
Pode te interessar