Domingo, 28 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Rio Grande do Sul Em palestra para prefeitos eleitos de todo o País, o governador gaúcho destacou os desafios da gestão pública

Compartilhe esta notícia:

Atividade do movimento RenovaBR foi realizada de forma on-line. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Destacando os desafios da gestão pública, o governador gaúcho Eduardo Leite foi um dos palestrantes do primeiro módulo do Curso de Gestão de Mandatos, realizado nesta quarta-feira (25) pelo movimento RenovaBR. Totalmente on-line (por causa da pandemia de coronavírus), a atividade foi direcionada a prefeitos e vice-prefeitos recém-eleitos no dia 15 de novembro.

Dentre os objetivos da atividade estava o detalhamento do processo de transição entre administrações do Poder Executivo, a fim de capacitar os novos gestores em relação a ações consideradas indispensáveis desde o período da vitória nas urnas até os primeiros meses de mandato.

“Para mim, foi um grande privilégio ser prefeito da minha cidade, Pelotas. Espero poder dar uma colaboração também aqui para que os novos prefeitos entrem com todo gás e toda energia para fazer a diferença nos seus municípios”, destacou Leite.

Ao contribuir com a sua visão sobre os desafios que aguardam os novos gestores e disse que as dificuldades enfrentadas em todos os municípios por conta da pandemia vão exigir muito, mas que, por outro lado, dão a oportunidade de mostrar a capacidade de cada um como gestor.

“Governar na facilidade, com dinheiro de sobra e a economia crescendo, fica mais fácil. O período em que vivemos representa também a chance de demonstrar a qualidade de cada um e é um desafio a mais para toda a equipe que irá administrar o município”, acrescentou.

A respeito do processo de transição, o governador ressaltou a necessidade de se planejar e estabelecer metas, desde o período pós-eleição. Ele defendeu, ainda, a necessidade de estratégias como a definição de uma equipe qualificada, realização de um diagnóstico da situação em cada uma das frentes e o planejamento sobre onde e como alcançar cada meta, além do monitoramento desses passos e da concentração de esforços no primeiro ano de governo para conduzir as principais agendas ao Poder Legislativo.

Eduardo Leite também definiu como de grande relevância o diálogo permanente com a população e a sociedade, especialmente nos momentos de crise. “No período eleitoral vocês tiveram intenso contato com a população. Não rompam esse vínculo. Pelo contrário, reforcem essa proximidade para aumentar a legitimidade que conquistaram nas urnas”, aconselhou.

Os cursos estão sendo disponibilizados a dez prefeitos, um vice-prefeito e 136 vereadores eleitos em 123 municípios em 20 Estados nas eleições de 2020. Vale lembrar que outros 57 chefes de Executivos municipais de todo o País devem ser escolhidos pelos eleitores neste domingo (29), data do segundo turno do pleito.

RenovaBR

Idealizado em outubro de 2017 pelo empreendedor e investidor Eduardo Mufarej, o RenovaBR apoia o surgimento de novos líderes políticos no Brasil, por meio de iniciativas de qualificação e formação de quadros. As atividades contam com a participação de dezenas de professores e especialistas em diferentes áreas.

Nas eleições gerais de 2018, 17 alunos formados na primeira turma do RenovaBR foram eleitos para cargos no Congresso Nacional e em Assembleias Legislativas: um senador, nove deputados federais e sete deputados estaduais.

“Somos uma escola de formação política mantida por cidadãos comuns que acreditam em uma democracia mais saudável, participativa e representativa”, autodefine-se o movimento no site renovabr.org.

“Atuar de forma independente em meio aos inúmeros atores, agendas e demandas da política é condição essencial ao nosso trabalho. Assim, recebemos contribuições dos mais diversos setores e qualificamos futuras lideranças independentemente de suas origens, crenças e posicionamentos”, acresenta.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Aplicativo e-título já contabilizou mais de 100 mil justificativas de ausência no RS
Ao pedir o apoio da população para conter a pandemia, o governador gaúcho alertou que o Estado não voltou à normalidade
Deixe seu comentário
Pode te interessar