Quarta-feira, 06 de julho de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Variedades Entenda a batalha judicial explosiva entre Johnny Depp e Amber Heard

Compartilhe esta notícia:

Johnny Depp e Amber Heard em cena do filme em que se conheceram. (Foto: Reprodução)

Nos últimos dias, Johnny Depp e Amber Heard protagonizaram algumas das principais manchetes em jornais ao redor do mundo. Isso porque o ex-casal começou uma batalha judicial milionária após Heard entrar com um processo de restrição contra o ator, alegando que passou por violência doméstica, em 2016.

Desde então, a história dos dois vem ganhando detalhes cada vez mais polêmicos, o que resultou em Depp perdendo vários papéis, incluindo o do vilão Gellert Grindelwald na franquia Animais Fantásticos.

Se você já se perdeu com tantas reviravoltas no processo judicial, entenda o polêmico caso entre Johnny Depp e Amber Heard.

Johnny Depp X Amber Heard

Os astros se casaram em 2015 e apenas um ano e três meses após a cerimônia, Amber deu entrada no processo de divórcio. Junto do pedido, a atriz solicitou uma ordem de restrição contra Depp, alegando que o ator a agredia devido ao uso exagerado de álcool e drogas. Na época, fotos de Amber com hematomas no rosto foram à público.

Em 2017, após testemunhar sobre os doze episódios de agressão, Amber provou a veracidade da história no tribunal. “Aceito que ela foi vítima de agressões múltiplas e sustentadas pelo Sr. Depp e eles [episódios de agressão] devem ter sido aterrorizantes”, disse o juiz Andrew Nicol ao anunciar a sentença.

Com o fim do processo, Heard afirma que doou os US$ 7 milhões para um hospital infantil de Los Angeles. “Estamos todos satisfeitos em deixar esse capítulo desagradável na vida de Depp e de sua família para trás”, comunicou a advogada de Johnny Depp, Laura Wasser.

Já em dezembro de 2018, Amber publicou um artigo no jornal Washington Post chamado “Eu me manifestei contra a violência sexual – e enfrentei a ira de nossa cultura. Isso tem que mudar”. No texto, a atriz conta suas experiências de agressão doméstica e assédio sexual – sem citar o nome de Depp.

Dois meses após a publicação do artigo, o interprete de Jack Sparrow decidiu abrir um processo de US$ 50 milhões contra Heard, alegando que foi difamado no artigo do Washington Post.

Pouco depois, o The Sun, conhecido tabloide inglês, publicou uma manchete que chamava Depp de “espancador de esposas”. O ator processou o jornal por difamação, mas perdeu o caso, tendo que admitir que era viciado em drogas, além de ter conversas com Paul Bettany, o Visão da Marvel, divulgadas.

Nas mensagens, Depp se imaginava estuprando e matando a então esposa. Ele também admitiu ter dado uma cabeçada “sem querer” em Amber. “Vamos afogá-la antes de queimá-la!!! Vou foder o cadáver queimado dela depois, para ter certeza de que ela está morta”, dizia a mensagem.

Novo processo

Com a finalização do processo contra o The Sun, os dois agora enfrentam outra batalha judicial, em que Depp acusa Amber por danos morais. Desta vez, alguns famosos devem testemunhar em ambos os lados, incluindo James Franco e Elon Musk – que supostamente viram os hematomas no rosto da atriz após as agressões – e Paul Bettany deve explicar as conversas que teve com Johnny Depp.

Detalhes polêmicos vieram à tona com o processo mais recente, como a gravação de Amber confessando que bateu em Johnny, um vídeo do ator em um ‘episódio violento’ na casa do casal e a acusação de que Heard teria defecado na cama que dividiam.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Dez nomes de bebê iluminados que trazem sabedoria em seu significado
Sony e Microsoft disputam desenvolvedores de jogos, cujos salários chegam a 90 mil dólares por ano
Deixe seu comentário
Pode te interessar