Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Grêmio Felipão e Herrmann lamentam ausências de jogadores por conta de lesão: “Muito complicado”

Compartilhe esta notícia:

Felipão e Marcos Herrmann falaram em entrevista coletiva após o empate gremista em 1 a 1 diante do América-MG

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Após o empate tricolor diante do América-MG, no último sábado (24), na Arena, Luiz Felipe Scolari e Marcos Herrmann conversaram com a imprensa por meio de entrevista coletiva. O técnico e o vice-presidente gremista responderam diversos questionamentos por conta de mais um resultado negativo atuando em casa.

FELIPÃO

Uma das pautas mais focadas pelo treinador foi em relação aos jovens jogadores. Na escalação inicial, eram oito atletas formados na categorias de base. Felipão elogiou a mudança tática que adotou aos seus jogadores na 3-5-2: “Teve as duas melhores oportunidades de fazer o gol. O sistema foi muito bem executado pelos jogadores, treinamos algumas vezes durante a semana”. Scolari garantiu ter mais posse de bola e qualidade nas próximas partidas.

Felipão lamentou as lesões de alguns jogadores que poderiam ser titulares, porém, elogiou Vanderson, que chorou no banco de reservas ao ser substituído pelo treinador: “Se ele está chateado eu não sei, mas estava muito cansado. Fez um bom jogo. Fico feliz se ele ficou triste pela substituição porque mostra a vontade dele de vestir a camisa do Grêmio. É um bom garoto”.

O treinador também comentou do trabalho da diretoria para conseguir reforços, mas reforçou que ‘contratar por contratar’ não seria uma alternativa. Além disso, o técnico respondeu sobre a agressividade de seus jogadores diante dos mineiros: “O Grêmio era agressivo e tinha dois pontos em oito jogos. Temos que começar a organizar lá atrás. Nós não vamos atacar feito loucos que nem índios”.

MARCOS HERRMANN

Após a coletiva de Luiz Felipe Scolari, o vice-presidente de futebol tricolor, Marcos Herrmann, foi aos microfones. Por conta do péssimo momento gremista, amargando na zona do rebaixamento, o dirigente foi questionado sobre a comissão técnica, que por sua vez garantiu não ter dúvidas em relação a qualidade dos escolhidos. E completou reforçando as baixas do elenco: “Estamos com muitos desfalques, jogadores importantes, que fazem a diferença. Hoje, perdemos o Diego Souza. É muito complicado”.

Acerca de novas contratações, o dirigente respondeu que não necessariamente virão do mercado exterior, mas que há a possibilidade. E completou: “A janela internacional não está aberta, mas nós estamos negociando. Temos que fechar negócio nos próximos dias”. Além disso, Herrmann frisou que o Grêmio não trará jogadores apenas por trazer, e que irão contratar atletas que se encaixam no modelo de jogo gremista.

Em penúltimo colocado no Campeonato Brasileiro, um dos pontos abordados na coletiva para Herrmann responder foram sobre o psicológico dos atletas para sair da situação delicada: “É normal que os nervos batam quando um time que se encontra em uma situação como a nossa”. Porém, apesar do momento, o dirigente comentou ter de superar os gols perdidos, especialmente os dois diante do América-MG. “Não tem outro jeito”, concluiu.

Contudo, o dirigente entende que é necessário continuar com a manutenção em dia acerca da folha salarial dos atletas e que isso é um fator importante para que o elenco continue motivado em busca da reviravolta positiva na competição. “Uma coisa que achamos muito importante é seguir pagando salário em dia. Então não adianta ficar fazendo loucurada, que então vai se perder o elenco”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Grêmio empata em 1 a 1 com o América-MG e continua em penúltimo lugar no Brasileirão
Arthur Cabral e Carlos Vinícius viram nomes em pauta para reforçar Grêmio
Deixe seu comentário
Pode te interessar