Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Educação Fies divulga resultado da seleção do segundo semestre de 2020

Compartilhe esta notícia:

Neste ano são 30 mil vagas para receber financiamento para pagar graduação em instituições privadas

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Neste ano são 30 mil vagas para receber financiamento para pagar graduação em instituições privadas. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O MEC (Ministério da Educação) divulga nesta terça-feira (04) os selecionados para o programa de Fies (Financiamento Estudantil). Esta é a seleção do segundo semestre de 2020: 30 mil vagas são oferecidas.

O resultado poderá ser conferido na página do Fies (http://fies.mec.gov.br/). O estudante contemplado terá até quinta-feira (06) para complementar as informações, o que também pode ser feito na página do Fies.

O que é o Fies

O Fies é um programa de financiamento para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas. Atualmente possui duas categorias: a primeira, oferece vagas com juros zero para os estudantes com renda mensal familiar de até três salários mínimos. Já a segunda, chamada P-Fies, é direcionada para os estudantes com renda mensal familiar de até cinco salários mínimos.

Quem pode se candidatar, segundo o último edital: quem fez o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010 e teve média igual ou superior a 450 pontos nas notas nas cinco provas e que não tenha zerado na redação. Possua renda familiar mensal bruta per capita de até 3 (três) salários mínimos.

O candidato poderá escolher três opções de curso, turno e local de oferta entre os disponíveis. Ele será selecionado de acordo com a nota obtida no Enem. O desempate, segundo o edital, se dará por meio das seguintes notas, na ordem: redação; linguagens; matemática; ciências da natureza e ciências humanas.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Educação

Ministério da Educação autoriza aulas à distância até final do ano em instituições federais do ensino médio técnico
“Mesmo com vetos de Bolsonaro, máscara é obrigatória em todo local público”, diz o ministro do Supremo Gilmar Mendes
Deixe seu comentário
Pode te interessar