Domingo, 23 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
24°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Fórmula 1 Fórmula 1: Mônaco relembra história vitoriosa de Ayrton Senna no circuito

Compartilhe esta notícia:

Senna venceu o GP de Mônaco em 1987, quando pilotava pela Lotus, seguido por mais cinco triunfos consecutivos com a McLaren. (Foto: Reprodução)

A Fórmula 1 desembarcou neste final de semana em Mônaco para a realização de uma das mais tradicionais corridas da temporada. Neste ano, o Grande Prêmio terá uma série de homenagens para Ayrton Senna, maior vencedor da prova com seis vitórias e conhecido como o “Rei de Mônaco”.

Tricampeão mundial da categoria, Senna venceu a prova em 1987, quando pilotava pela Lotus, seguido por mais cinco triunfos consecutivos com a McLaren – 1989, 1990, 1991, 1992 e 1993.

Entre as homenagens, está a decisão da McLaren de mudar a pintura de seus carros MCL38, do laranja para o verde, amarelo e azul. Além disso, Oscar Piastri, piloto da escuderia inglesa, prestará homenagem ao tricampeão brasileiro. O australiano vai usar um capacete semelhante ao icônico modelo adotado por Senna ao longo de sua carreira.

Inspirado no capacete de Senna, o modelo tem pintura diferenciada e o nome “Senna” na parte traseira. “Essas cores icônicas. Correndo nas ruas de Mônaco novamente”, escreveu a McLaren em nota.

Além da pintura personalizada no MCL38 e do capacete, a equipe preparou macacões sob medida, inspirados em Senna, para Lando Norris e Oscar Piastri usarem durante o fim de semana do circuito.

Histórico

A primeira das seis vitórias de Senna em Mônaco foi em 1987, mas o brasileiro quase conquistou sua primeira vitória no Principado no ano de sua estreia na categoria, em 1984. Com 24 anos, Senna levou o seu Toleman ao segundo lugar da prova. Com um carro inferior ao da maioria do grid, o piloto mostrou habilidade na prova, disputada sob intensa chuva, ofuscando a vitória do francês Alain Prost.

Em 1985, o brasileiro não terminou a corrida e, no ano seguinte, largou na pole position e subiu ao pódio na prova pela primeira vez ao terminar a corrida no terceiro lugar.

Sua primeira vitória em Mônaco veio em 1987. Com sua Lotus amarela e motores da Honda, Senna, largando em segundo, beneficiou-se da quebra da Williams de Nigel Mansell para cruzar a linha de chegada em primeiro. No pódio, quebrando o protocolo, deu um banho de champanhe na família real de Mônaco, ensopando o príncipe Rainier.

No ano seguinte, Senna envolveu-se em um acidente e não completou a prova. Em 1989, já na McLaren, o brasileiro começou uma sequência de cinco vitórias consecutivas no circuito neste ano – em 1990, e 1991, Senna se aproveitou do fato de ter conquistado a pole position para vencer as corridas com autoridade.

Foi no GP de Mônaco de 1992 que Ayrton Senna conquistou a mais inesperada de suas vitórias em Mônaco. Com a McLaren muito inferior às Williams, o brasileiro seguiu atrás de Nigel Mansell (que seria o campeão da temporada).

No fim da corrida, o inglês enfrentou um problema mecânico com uma porca solta em uma de suas rodas. Com isso, foi obrigado a diminuir muito a velocidade e precisou fazer uma troca de pneus extra e Senna aproveitou para ultrapassá-lo.

Durante mais de três voltas, Mansell tentou, de todas as formas, retomar o primeiro lugar, em uma das disputas mais lembradas da história da Fórmula 1.

Senna ainda venceu a corrida em 1993, ano em que disputou a prova pela última vez. Ele não era o favorito, mas contou com um pouco de sorte: erros de Alain Prost, agora na Williams, e quebra da Benetton do alemão Michael Schumacher, que liderava a prova.

Classificação

Charles Leclerc quebrou a sequência de oito pole positions consecutivas de Max Verstappen para atingir o melhor tempo na classificação para a corrida principal do Grande Prêmio de Mônaco de F1 2024.

O monegasco da Ferrari chegou a terceira pole em casa com o tempo de 1m10s270, seguido por Oscar Piastri, com a McLaren nas cores verde e amarelo para homenagear Ayrton Senna, e Carlos Sainz.

A corrida está marcada para as 10h deste domingo (26).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Fórmula 1

Fórmula 1: Max Verstappen segura Lando Norris no fim e vence GP da Emilia-Romagna
Na Fórmula 1, Charles Leclerc vence o GP de Mônaco pela 1ª vez
https://www.osul.com.br/formula-1-monaco-relembra-historia-vitoriosa-de-ayrton-senna-no-circuito/ Fórmula 1: Mônaco relembra história vitoriosa de Ayrton Senna no circuito 2024-05-25
Deixe seu comentário
Pode te interessar