Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Tecnologia Google apresenta novo modelo de celular com chip de inteligência artificial e 5G

Compartilhe esta notícia:

O Pixel 6 ainda não tem data para ser lançado nem preço definido. (Foto: Reprodução)

O Google apresentou nesta segunda-feira (2) o Pixel 6, o novo modelo de sua linha de smartphones Pixel, que funciona com chip próprio e que possui recursos de inteligência artificial significativos.

O Pixel 6, que será lançado comercialmente ainda este ano, tem capacidade 5G ultrarrápida e foi desenvolvido principalmente com base no chip Tensor, semelhante aos modelos de processador de data center, que usam inteligência artificial.

“Este é essencialmente um sistema móvel em um chip projetado em torno da inteligência artificial”, disse Rick Osterloh, vice-presidente da Google Devices, em uma entrevista coletiva na sede da empresa em Silicon Valley, Califórnia. “Estamos muito animados. Estamos nos preparando para a ampliação dos negócios”, acrescentou.

A linha Pixel do Google conquistou apenas uma pequena parcela do mercado global de smartphones, dominado pela Samsung, Apple e fabricantes chineses.

Os telefones Pixel foram vistos como uma forma de o Google mostrar os recursos de seu sistema operacional móvel gratuito Android, estabelecendo um padrão para outros fabricantes de smartphones.

“Sempre pensamos em nossos produtos de hardware no contexto do avanço da computação”, disse o CEO do Google, Sundar Pichai. “Nosso chip Google Tensor personalizado levou quatro anos para ser desenvolvido e é baseado em duas décadas de experiência do Google em informática”, detalhou ele.

“A combinação de hardware e software no Pixel 6 aumenta a capacidade do smartphone de entender o que as pessoas estão dizendo, inaugurando uma nova fase em direção a um futuro de ‘computação ambiental'”, explicou Osterloh.

O termo refere-se à capacidade de acessar a Internet e sistemas de inteligência conversacional a qualquer momento, algo parecido com o que ilustra o filme futurista de 2013 “Her”.

É a ideia de um mundo “no qual você pode interagir naturalmente com os computadores ao seu redor”, enfatizou Osterloh. “Vemos que o celular será o centro de tudo isso em um futuro próximo.”

Quanto à câmera, o aparelho é equipado com um conjunto de sensores para fotografia que ficam em uma faixa na parte posterior. O Pixel 6 possui uma tela de ponta a ponta de 6,4 polegadas (16,2 cm), que é um pouco maior no modelo Pro.

A aposta do Google em seu Tensor chega em um momento em que o mundo enfrenta uma escassez global de chips que dificulta a produção de vários tipos de produtos, de carros a computadores.

“De certa forma, é uma sorte controlarmos nosso próprio destino”, disse Osterloh sobre a crise do fornecimento de semicondutores. “Acreditamos que podemos superar a crise e que as coisas vão melhorar no final do ano”, acrescentou o diretor da Google Devices.

A data de lançamento e o preço do Pixel 6 não foram divulgados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Candidíase: excesso de roupas no inverno pode favorecer a infecção
Estudo inédito aponta que crianças e jovens estão mais míopes no Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar