Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
18°
Thunderstorm

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Rio Grande do Sul Governo do Rio Grande do Sul apresenta programação do Bicentenário da Imigração Alemã

Compartilhe esta notícia:

Entre as ações comemorativas, estão atividades culturais, gastronômicas, esportivas, religiosas e educativas. (Foto: Lauro Alves/Secom)

Os 200 anos da chegada dos primeiros imigrantes alemães no Rio Grande do Sul serão comemorados até o fim de 2024 em mais de 100 municípios gaúchos. É o que consta na programação, organizada por uma comissão oficial integrada por mais de 60 instituições, que foi anunciada na noite dessa quinta-feira (14), em evento na Sala de Recitais da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa).

Entre as ações comemorativas, estão atividades culturais, gastronômicas, esportivas, religiosas e educativas. Na ocasião, foram anunciados 11 concertos da Ospa pelo interior do Estado e outros cinco em Porto Alegre, todos em homenagem ao Bicentenário.

A secretária-adjunta da Cultura, Gabriela Meindrad, que representou o governador Eduardo Leite na solenidade, agradeceu o engajamento dos municípios que estão empenhados nas comemorações. Ela afirmou que a união em torno das festividades é prova da importante influência dos imigrantes e seus descendentes nas cidades gaúchas.

“Celebrar a diversidade cultural e étnica desse povo, presente na nossa marca comemorativa, mostra sua coragem ao deixar sua nação para construir, com muito trabalho, o nosso País”, destacou. Gabriela salientou a fé, a união e o trabalho do povo germânico como algumas das principais marcas culturais dos imigrantes. “Este é o legado que faz o nosso povo, o nosso Estado hoje”, concluiu.

As ações do Bicentenário foram organizadas a partir de reuniões setoriais e encontros com escolas, universidades, clubes sociais e esportivos, igrejas, museus, associações culturais e entidades ligadas à economia, para planejar e organizar a agenda festiva.

O presidente da Comissão do Bicentenário e subsecretário da Justiça e Integridade Institucional da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Rafael Gessinger, destacou ações das subcomissões temáticas que atuam nas comemorações.

“O Bicentenário não é um assunto simples. A programação que é lançada oficialmente hoje, mas que está em curso desde janeiro, é fruto de um sonho coletivo, cheio de surpresas e diferentes tons”, afirmou.

Estão previstos mais de 120 eventos no Rio Grande do Sul, propostos por municípios, entidades da sociedade civil, órgãos públicos e instituições privadas. A lista de atividades prevê festas que celebram a contribuição dos imigrantes para a cultura, a gastronomia e a economia gaúchas, torneios de esportes e competições tradicionais germânicas.

O cônsul-geral da Alemanha no Brasil, Marc Bogdahn, disse ser uma grande honra presenciar esse momento. Ele parabenizou o Estado pela dedicação e empenho em comemorar a data. “Estou impressionadíssimo pela dedicação e também pela amplitude do trabalho da Comissão do Bicentenário. É realmente um reflexo da grandiosidade da sociedade civil aqui do Rio Grande do Sul”.

Bogdahn disse que comemorar o bicentenário é olhar o passado para construir o futuro e reconheceu a importância da imigração para a construção de uma sociedade miscigenada como a do Brasil. “Essa simbiose de tantas origens diferentes faz do Rio Grande do Sul, e dessa grande mistura que encontramos no Brasil, um modelo para o mundo, inclusive para a Alemanha”, concluiu.

Além dos gabinetes do governador e do vice-governador, seis secretarias, universidades, escolas, federações, consulados, embaixadas, clubes, museus e entidades da sociedade civil também integram a Comissão. A programação completa do ano do Bicentenário você encontra no site.

Séries especiais 

O presidente da Ospa, Gilberto Schwartsmann, anunciou 11 concertos da Ospa pelo interior do Estado e outros cinco em Porto Alegre, todos em homenagem ao Bicentenário.

Ao apresentar a programação especial, lembrou os principais compositores da música clássica alemã. Ele afirmou que a influência da cultura germânica vai além da pujança econômica que a imigração trouxe para a Região Sul do Brasil.

“A Ospa tem muito orgulho de fazer parte das comemorações do Bicentenário. Nossos músicos estão muito motivados, com uma programação muito bonita que faz jus a essa maravilha que é a contribuição da cultura alemã para o nosso Estado”, afirmou.

As apresentações comemorativas ao Bicentenário no interior do Estado serão gratuitas e acontecem em São Leopoldo (3 de maio), Taquara (29 de maio), Erechim (7 de julho), Novo Hamburgo (19 de setembro), Lajeado (11 de outubro), Santa Cruz do Sul (12 de dezembro) e Lagoa dos Três Cantos (15 de dezembro).

Outros quatro concertos da série Música de Câmara, também alusivos ao Bicentenário, com datas a serem divulgadas, serão promovidos em Pelotas, Nova Petrópolis e Montenegro.

Os concertos da Série Casa da Ospa, com ingressos à venda no site da Orquestra, apresentam importantes obras da música germânica. O primeiro deles ocorre em 26 de julho, com o título Bicentenário da Imigração Alemã.

Sob regência de Evandro Matté, o solista Christoph Hartmann, oboísta da Filarmônica de Berlim, e a orquestra interpretarão obras de Richard Strauss, Antonio Pasculli e Beethoven.

Em 14 de setembro, a Casa da Ospa realiza o concerto Beethoven IX; em 30 de novembro, apresenta Wagner & Strauss; e nos dias 7 e 8 de dezembro, finaliza a série com Carmina Burana.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Faustão faz embolização após atraso na recuperação de transplante de rim; órgão ainda não funcionou
“Saint Patrick’s Day”: festa de inspiração irlandesa causa mudanças no trânsito de Porto Alegre neste fim de semana
https://www.osul.com.br/governo-do-estado-apresenta-programacao-do-bicentenario-da-imigracao-alema/ Governo do Rio Grande do Sul apresenta programação do Bicentenário da Imigração Alemã 2024-03-14
Deixe seu comentário
Pode te interessar