Quarta-feira, 08 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Fair

Capa – Magazine Hillary Clinton e sua filha abrirão uma produtora

Hillary Clinton e sua filha Chelsea durante evento de campanha em 2016, em Nova York. (Foto: Reprodução)

Hillary Clinton, 71 anos, e sua filha Chelsea, 39 anos, estão criando uma produtora para realizar projetos para cinema e TV, afirmou nesta quinta-feira (30) a agência de notícias Bloomberg.

Segundo fontes próximas às discussões ouvidas pela agência, a ideia é focar histórias contadas por e sobre mulheres.

A ex-senadora Hillary já havia se alistado para produzir uma série de TV com Steven Spielberg. “The Woman’s Hour” (A hora da mulher) é uma adaptação de um livro sobre ativistas pelo direito do voto feminino.

Com isso, as Clinton seguem os passos dos Obama. O ex-presidente Barack Obama e sua mulher Michelle criaram a produtora Higher Ground Productions e já assinaram um acordo com a Netlfix. Seus primeiros programas incluem uma adaptação do livro de Michael Lewis sobre burocracia federal e uma série dramática sobre o mundo da moda.

Hillary foi primeira-dama do estado de Arkansas, primeira-dama dos Estados Unidos, senadora por Nova York e secretária de Estado. Ela se candidatou à Presidência dos EUA duas vezes, perdendo a indicação democrata em 2008 para Obama e as eleições de 2016 contra Donald Trump.

E-mails transformados em arte

O artista e poeta Kenneth Goldsmith imprimiu 30 mil e-mails de Hillary Clinton, divulgados pela WikiLeaks, e transformou-os em arte. O norte-americano volta assim a dar que falar com a exposição HILLARY: The Hillary Clinton Emails, exposição com curadoria da dupla Francesco Urbano Ragazzil, que pode ser visitada até Novembro no Despar Teatro Italia, no âmbito da 58.ª edição da Bienal de Veneza

Em 2009 surgiram os primeiros rumores: Hillary Clinton estaria a usar um servidor privado para enviar e-mails enquanto Secretária de Estado. Considerados por muitos como um dos elementos essenciais à vitória de Donald Trump, que em 2016 usou a informação para atacar a rival, os e-mails foram a principal inspiração de Kenneth Goldsmith. O artista quis com a impressão destes documentos tornar tangível o que está – supostamente – bem escondido na Internet.

Para Goldsmith, os e-mails de Hillary Clinton são o maior poema do século XXI, disse numa publicação no Facebook. “São obras textuais épicas, mais excitantes e intelectualmente interessantes do que qualquer coisa que algum autor possa sonhar em escrever”, afirmou, em entrevista à revista iD.

Impressos em duplicado, os e-mails estão expostos no segundo andar do Despar Teatro Italia. O artista dividiu as 60 mil páginas em dois conjuntos. O primeiro – uma pilha de folhas soltas – foi colocado em cima de uma réplica da mesa presidencial da Sala Oval. O segundo, exibido na biblioteca, foi encadernado em volumes. A exposição é também acompanhada de um livro, onde Goldsmith apresenta os seus e-mails favoritos.

Com isto, o artista também quer também recordar a função original do Despar Teatro Italia. Aquele que hoje é um supermercado era antes um cinema. Obras do UbuWeb – site que Kenneth Goldsmith fundou em 1996 – vão ser exibidas na grande tela que ainda existe no local.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Magazine

O resultado fraco do PIB do primeiro trimestre e a melhora na expectativa para a aprovação da reforma da Previdência resultaram em mais um dia de queda para os juros futuros
Caixa renegociará dívida da casa própria com até 600 mil mutuários inadimplentes
Deixe seu comentário
Pode te interessar