Domingo, 05 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Fair

Capa – Caderno 1 Um motorista avançou sobre pedestres que estavam em um ponto de ônibus em Berlim

Os relatos levantaram suspeitas e causaram pânico entre moradores em função dos recentes ataques terroristas, nos quais os autores alugaram veículos e atropelaram pedestres. (Foto: Reprodução)

A polícia de Berlim, na Alemanha, informou que um homem jogou um carro contra uma multidão no ponto de ônibus, no fim da noite de sexta-feira. Os pedestres avistaram o veículo a tempo, conseguiram pular para fora da reta e evitaram o impacto. De acordo com a porta-voz policial, Valeska Jakubowski, as autoridades fazem buscas neste sábado pelo motorista, que fugiu do local.

Valeska detalhou que o carro foi alugado por um homem marroquino. Os agentes realizaram buscas no apartamento do suspeito. A polícia investiga se o locatário era o motorista na sexta-feira. As autoridades alemãs não revelaram o nome do procurado em função das regras de privacidade do país.

A polícia também realizou perícia no local do ponto de ônibus. As autoridades alemãs ainda não confirmavam se o homem avançou sobre os pedestres de forma deliberada ou se perdeu o controle do carro. Mais tarde, os investigadores destacaram, pelo Twitter, que as evidências apontam para uma conduta acidental: o motorista teria saído da rua porque tentava desviar de outro carro na pista.

O homem dirigiu em direção à multidão que esperava o ônibus em ponto do bairro Reinickendorf, na capital alemã. Segundo a polícia, os pedestres conseguiram pular para o lado, e ninguém foi atingido pelo veículo. O motorista deu meia-volta, avançou pela calçada do outro lado da rua e fugiu.

Os relatos levantaram suspeitas e causaram pânico entre moradores em função dos recentes ataques terroristas, nos quais os autores alugaram veículos e atropelaram pedestres. Em 19 de dezembro de 2016, um homem invadiu uma feira de Natal na capital alemã com um caminhão. Ele deixou 12 mortos e 48 feridos no que foi declarado pela polícia como um atentado.

Prisões

A polícia alemã prendeu, no final de outubro, um sírio de 19 anos suspeito de planejar um ataque à bomba, informou o Ministério Público Federal. O jovem, Yémen A., foi preso de madrugada cidade de Schwerin, no nordeste do país, após vários apartamentos daquela cidade a norte de Berlim terem sido alvo de buscas. “De acordo com as descobertas até agora, Yémen A. tomou a decisão, o mais tardar em julho de 2017, de detonar um dispositivo explosivo na Alemanha para matar e ferir o maior número possível de pessoas”, disse o MP em comunicado. Nas semanas seguintes, começou a procurar produtos químicos e restantes materiais necessários para a elaboração de um engenho explosivo.

Há mais de um ano que as autoridades alemãs estão em alerta devido a ataques islamistas perpetrados ou planeados no país, incluindo o que foi reivindicado pelo Estado Islâmico que matou 12 pessoas em dezembro de 2016 num mercado Natal em Berlim. No ano passado, o Estado Islâmico reivindicou igualmente um homicídio em Hamburgo, um atentado à bomba em Ansbach que provocou 15 feridos e matou o agressor, e um ataque à machadada num comboio na Baviera, o qual resultou em cinco feridos. No final de julho, um candidato a asilo esfaqueou uma pessoa num supermercado e feriu seis outros, um ato que a Justiça classificou de “islamismo radical”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

As empresas devem adotar gradativamente as novidades da lei trabalhista
Os juros do empréstimo consignado ficaram mais baixos para os aposentados
Deixe seu comentário
Pode te interessar