Segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Showers in the Vicinity

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Na Fórmula 1, Ricciardo volta a vencer após 3 anos

Compartilhe esta notícia:

Australiano não conquistava um triunfo desde o GP de Mônaco de 2018. (Foto: Divulgação/Fórmula 1)

Embora a segunda colocação de Daniel Ricciardo no grid de largada do GP da Itália tenha gerado expectativas, nem o mais fervoroso torcedor da McLaren poderia prever o cenário que marcaria a conquista do australiano neste domingo (12), no Circuito de Monza, com uma surpreendente batida entre Max Verstappen e Lewis Hamilton.

O resultado foi a primeira vitória da equipe britânica desde o triunfo de Jenson Button no GP do Brasil de 2012, e ainda valeu uma dobradinha com Lando Norris, em segundo lugar. Valtteri Bottas, que terminou em quarto, herdou o terceiro lugar no pódio com a punição de Sergio Pérez.

O triunfo, o oitavo da carreira de Ricciardo, deu fim a um jejum de três anos do piloto, que enfrentava uma adaptação difícil na McLaren. Sua última vitória foi no GP de Mônaco de 2018, quando ainda corria pela RBR.

Para a equipe, valeu a primeira dobradinha desde a conquista de Hamilton e o segundo lugar de Button no GP do Canadá de 2010. A corrida deste domingo também marcou o melhor resultado de Norris, que já conquistou três pódios com três terceiros lugares em 2021.

O destino da prova foi marcado pelo incidente entre Verstappen e Hamilton. O holandês, que largou na pole position, foi superado ainda no início da disputa por Ricciardo, despencou para a décima colocação em um pit stop de 11s na metade da corrida e encontrou-se com o rival da Mercedes no momento em que o heptacampeão deixava o pit lane após sua parada. No choque, o carro da RBR passou por cima do britânico e os dois saíram da pista.

A prova em Monza ainda teve a recuperação de Valtteri Bottas, que venceu a corrida classificatória no sábado mas largou em 20º por ter trocado o motor e vários componentes da unidade de potência.

O finlandês da Mercedes ganhou 16 punições e subiu ao terceiro posto, já que Sergio Pérez foi punido em 5s por ultrapassar os limites da pista numa manobra sobre Charles Leclerc. Outra surpresa foi a nona colocação de George Russell, que herdou mais dois pontos para a Williams.

Como a batida de Verstappen também tirou Hamilton da prova, o holandês permaneceu em primeiro lugar no campeonato de pilotos com 226.5 pontos contra os 221.5 do rival. Bottas, em terceiro, anota 141.

Por sua vez, a Mercedes ampliou a vantagem na liderança do Mundial de Equipes com o pódio do finlandês e passa a somar 362.5 pontos, 18 a mais que a RBR, vice-líder.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

No boxe, Vitor Belfort desafia Jake Paul após derrotar Hollyfield
Medvedev atropela Djokovic na final do Aberto de Tênis dos Estados Unidos e fatura seu primeiro Grand Slam
Deixe seu comentário
Pode te interessar