Domingo, 17 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
29°
Mostly Cloudy

Mundo No último debate antes das eleições nos EUA, Trump e Biden divergem sobre a pandemia e trocam ataques pessoais

Compartilhe esta notícia:

O debate, com uma hora e meia de duração, aconteceu em Nashville

Foto: Reprodução
O debate, com uma hora e meia de duração, aconteceu em Nashville. (Foto: Reprodução)

Em um clima mais civilizado do que no debate anterior e quase sem interrupções, Donald Trump e Joe Biden se enfrentaram, na noite de quinta-feira (22), pela última vez antes da eleição presidencial de 3 de novembro nos Estados Unidos.

Trump tentou por algumas vezes usar o nome do filho de Biden, Hunter, a quem acusa de ter utilizado a influência do pai, quando este era vice-presidente, em negócios na Ucrânia, mas o assunto não foi aprofundado.

Biden, por sua vez, voltou a criticar duramente a resposta do presidente à pandemia de coronavírus e sua suposta proximidade com o presidente russo Vladimir Putin, e mais uma vez chamou Trump de racista.

Ao falar sobre a pandemia de coronavírus, o primeiro tema da noite, Trump disse que a taxa de mortalidade nos Estados Unidos é menor do que a de muitos países, “uma das menores do mundo”, em relação ao número de casos – ainda que o país seja o que registra mais mortes por Covid-19.

Citando a sua própria experiência com a doença, o republicano disse que melhorou rapidamente porque o país oferece um bom tratamento e que uma vacina “está chegando” em semanas, apesar de não conseguir precisar uma data.

Já Biden citou as mais de 222 mil mortes nos EUA e afirmou que “qualquer um responsável por isso” não deve continuar na presidência. Ele disse ainda que a expectativa é de que haverá mais 200 mil americanos mortos, e o seu adversário ainda não tem um plano para combater isso.

“Este é o mesmo sujeito que disse que tudo terminaria na Páscoa”, declarou o democrata. “Ele não tem um plano claro”, prosseguiu. Biden voltou também a defender o uso obrigatório de máscaras e a ampliação de testes, caso seja eleito.

Os dois discordaram em relação à reabertura da economia, com Trump novamente acusando Biden de querer “fechar o país”, enquanto o adversário reafirmou que pretende seguir normas de segurança e manter lojas, escolas e outros estabelecimentos abertos quando e como for seguro para as pessoas.

O debate, com uma hora e meia de duração, aconteceu em Nashville, no Tennessee. A mediação foi da jornalista Kristen Welker, da NBC News.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 38 milhões no sábado
Indústrias brasileiras relatam dificuldades para comprar insumos e matérias-primas
Deixe seu comentário
Pode te interessar