Segunda-feira, 06 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Light Rain

Capa – Caderno 1 O deputado federal gaúcho Darcísio Perondi rebateu Fernando Henrique Cardoso e disse que o ex-presidente está com “ciúmes de Michel Temer”

Para o parlamentar, o ex-presidente Fernando Henrique “deveria se resguardar mais”. (Foto: Ag. Câmara)

Depois de ser condecorado com a Medalha do Mérito Oswaldo Cruz, em cerimônia no Palácio do Planalto, o vice-líder do governo, o deputado federal gaúcho Darcísio Perondi (MDB-RS) reagiu às declarações do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que afirmou que “governos, sobretudo quando não são fortes, apelam para os militares”, ao criticar a indicação do general de Exército da reserva, Joaquim Silva e Luna, para assumir o Ministério da Defesa.

“O ex-presidente Fernando Henrique está com ciúmes do presidente Michel Temer e ciúmes de homem é pior do que ciúmes de mulher, porque, ele fez em 20 meses o que nenhum presidente fez, nem ele (FHC), de quem fui líder do governo”, atacou Perondi. E ironizou: “Aliás, não me recordo o que ele fez pelas favelas do Rio.”

Para o deputado, o ex-presidente Fernando Henrique “deveria se resguardar mais”. E deu um conselho ao ex-presidente: “Presidente Fernando Henrique, reflita e controle suas emoções”. Em seguida, lembrou que “ele tem lugar na história”, por conta da sua experiência, e que o presidente Michel Temer “está aproveitando a inteligência militar nesta emergência”.

Candidato do mercado

O ex-presidente FHC afirmou que um candidato que defenda apenas bandeiras do mercado vai perder as eleições para presidente da República. “O País não é composto de mercado só. Quem for o candidato de mercado vai perder (as eleições)”, disse FHC durante o primeiro evento da série “A Reconstrução do Brasil” do Fórum Estadão, realizado nessa terça-feira, em São Paulo.

“É preciso candidato que mostre que a vida será melhor e mais segura. É preciso ter discurso, mas não é só discurso que convence”, afirmou o ex-presidente. “O povo não sentiu melhorias do governo Temer.”

FHC defendeu a candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), à Presidência. Segundo ele, o pré-candidato tucano ao Planalto pode reunir condições para se tornar um líder estadista, mas terá de encontrar “a mensagem” para passar ao eleitor. “A incerteza é tanta que um pouco de certeza pode ser positivo”, diz FHC sobre Alckmin. “O Brasil precisa reconstruir a confiança, quer segurança, emprego e renda. O País precisa de coisas simples.”

O ex-presidente negou que tenha “lançado” outros candidatos à Presidência, em referência ao apresentador e empresário Luciano Huck.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral se negou a prestar depoimento por videoconferência. Ele disse que prefere falar “olho no olho” com o juiz federal Marcelo Bretas
O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados instaurou um processo que pode cassar Maluf. Também há medidas contra os deputados Vieira Lima, Celso Jacob e João Rodrigues
Deixe seu comentário
Pode te interessar