Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy

Variedades O WhatsApp Web expõe números de telefone de usuários na internet

Compartilhe esta notícia:

Usuários desta versão do app de mensagens estão tendo seus números de celular indexados pelo Google. (Foto: Reprodução)

Se você usa o WhatsApp Web, fique atento. Usuários desta versão do aplicativo de mensagens estão tendo seus números de celular indexados pelo Google.

Com isso, o telefone fica exposto nos resultados de qualquer busca. O alerta foi feito pelo pesquisador digital independente Rajshekhar Rajaharia.

Essencialmente, o WhatsApp Web espelha chats no celular, permitindo que você os conduza pelo computador pessoal. O problema é quando esse espelhamento acaba expondo informações pessoais na rede.

A informação bate com outro problema enfrentado pelo mensageiro há um bom tempo. Se você digitasse na busca do Google os termos “site:chat.whatsapp.com”, receberia como retorno uma série de links de grupos do mensageiro. Alguns destes, privados.

Na época, a situação foi resolvida após o WhatsApp pedir ao Google para que abandonasse a indexação. Hoje, o retorno da busca só resulta em uma página de “nenhum resultado encontrado”.

Entretanto, isso não mudou a situação em um nível aprofundado. Segundo Rajaharia, apesar do WhatsApp aconselhar o Google a remover os links de grupos de chat de antes, os números de telefone via aplicação web agora são indexados pela busca. WhatsApp e Google não comentaram o caso.

‘Efeito agregador’

Tudo que é publicado na internet está sujeito a uma espécie de “efeito agregador”.

Vejamos um exemplo. Alguém que revela publicamente sua cidade e profissão em uma rede social está contribuindo para que outra pessoa, em algum momento, reúna uma lista de todos os profissionais do ramo que existem naquela cidade. Assim, uma informação isolada, quando agregada de outras, mostra-se muito mais útil.

O compartilhamento individual, quando agregado por meio de mecanismos de coleta de dados e pesquisas – e isso inclui o Google – pode se tornar uma grande fonte de informações.

A mesma coisa acontece com dados de contato, como é o caso dos links do WhatsApp. Para quem está compartilhando esses dados em sua página pessoal ou perfil em rede social, o impacto na privacidade é mínimo. Porém, criminosos podem agregar essas informações e posteriormente lançar golpes ou fraudes em massa.

Isso já está acontecendo. Criminosos usam telefones de contato expostos em anúncios de produtos para entrar em contato com os vendedores e alegar que precisam de um código para uma “atualização de cadastro”. Quem acredita nessa conversa acaba tendo sua conta de WhatsApp roubada.

O importante é se manter consciente a respeito do que você faz e das consequências. O compartilhamento de dados permite que a internet fique mais personalizada para nós e pode nos aproximar de muitas pessoas, mas também pode convidar fraudes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Jennifer Lopez representa latinos em posse de Biden
Dicas de maquiagens para mulheres acima de 50 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar