Quinta-feira, 18 de abril de 2024

Porto Alegre

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Bruno Laux Panorama Político

Compartilhe esta notícia:

O presidente Lula não deve marcar presença nos Jogos Olímpicos de Paris. (Foto: Ricardo Stuckert/PR)

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul. O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Ausência nos jogos

Apesar de convidado pelo governo francês para os Jogos Olímpicos de Paris, em julho deste ano, o presidente Lula não deve marcar presença na competição esportiva. A ausência no evento se deve à priorização do chefe do Executivo a viagens internas pelo Brasil, após a série de visitas ao exterior realizadas em 2023.

Melhora de imagem

Em resposta à recente queda de popularidade, o Planalto iniciou nesta semana um plano de ação para melhorar a imagem do governo. Além da intensa agenda de viagens do presidente Lula e de ministros pelo país, o Executivo deve avançar com uma campanha nos veículos de comunicação, destacando os resultados positivos do atual mandato.

Participação estratégica

O presidente Lula levará a ministra da Saúde, Nísia Trindade, em diferentes compromissos pelos estados brasileiros nos próximos dias. A participação da chefe ministerial nas agendas visa reduzir a pressão que ela vem recebendo de parlamentares e contornar a crise gerada na pasta a partir do aumento de casos de dengue no país.

Suplementação de orçamento

O Planalto deve definir no início da próxima semana uma contraproposta ao Congresso para compensar o veto de R$5,6 bilhões em emendas de comissão pelo presidente Lula. Apesar de não conseguir recompor o valor integralmente, o Executivo deve propor alternativas para suplementar o Orçamento 2024, impactado pelo corte de recursos.

De saída

A ministra de Ciência e Tecnologia, Luciana Santos, vem avaliando deixar a Esplanada para concorrer à prefeitura de Olinda (PE). Apesar da intenção de tentar a corrida eleitoral, a líder ministerial quer deixar a pasta com a promessa de que outro membro de seu partido, o PCdoB, será indicado pelo presidente Lula ao comando do órgão.

Capacitação de trabalhadores

O governo paraense deve capacitar cerca de 16 mil trabalhadores para a 30ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, que será realizada em Belém (PA), no próximo ano. Serão oferecidos cursos de idiomas e de preparação para o recebimento de turistas nos serviços de transporte, alimentação e hotelaria.

Propostas ambiciosas

Lideranças do agronegócio convidadas pelo presidente Lula para “churrascos” na Granja do Torto vêm sendo orientadas previamente pelo ministro da Agricultura, Carlos Fávaro. O líder ministerial instiga os produtores a apresentarem demandas maiores e mais ambiciosas ao chefe do Executivo, de modo a aproveitar a chance de diálogo sobre suas reivindicações.

Presença confirmada

Além da comunicação frequente com lideranças de setores do agro, Carlos Fávaro vem marcando presença também em diferentes eventos do segmento. Após ter conquistado maior confiança do grupo desde o início do mandato, o ministro da Agricultura faz questão de comparecer a feiras e exposições, em meio à estratégia de aproximação do governo com o grupo.

Fundo Clima

O Ministério do Meio Ambiente assinou nesta segunda-feira um contrato junto ao BNDES que encaminhará cerca de R$10,4 bilhões para o Fundo Clima. O montante será repassado para iniciativas promovidas pelos serviços públicos e privados relacionadas à recuperação de florestas, transição energética e eletrificação das frotas de ônibus utilizadas no transporte coletivo do país.

PF no Cristo

O Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, recebeu nesta segunda-feira uma projeção do emblema da Polícia Federal em alusão aos 80 anos da corporação, celebrados na última semana. O ato simbólico foi organizado pela superintendência da entidade, em parceria com o Santuário Arquidiocesano do local.

Assistência religiosa

Tramita na Câmara Federal um projeto de lei do deputado Alberto Fraga (PL-DF) que prevê a concessão de assistência religiosa para militares estaduais e seus dependentes. A medida, segundo o parlamentar, visa “corrigir omissão da lei” e garantir o apoio do gênero a policiais e bombeiros, o qual atualmente é prestado pelas Capelanias Militares.

CPI da Anvisa

A senadora Soraya Thronicke (Podemos-MS) apresentou ao Senado um requerimento de CPI para investigar irregularidades no funcionamento da Anvisa. A solicitação surge frente a relatos de casos de assédio moral e sexual supostamente ocorridos entre servidores do órgão.

Infrações sanitárias

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado discutirá nesta quarta-feira o projeto de lei que criminaliza a infração de medidas sanitárias preventivas durante epidemias. A proposta, de autoria do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), prevê penas de seis meses a três anos de reclusão para quem descumprir determinações do tipo em situações de calamidade pública ou de emergência por razões epidêmicas.

Apoio da Câmara

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) pediu apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), nas redes sociais, para avançar com a tramitação do projeto de lei de sua autoria que permite a construção de reservatórios de água em áreas de preservação permanente. O parlamentar afirma que além de auxiliar os produtores rurais na época da estiagem, a medida ajuda a garantir a segurança alimentar do país.

Desassistência hospitalar

Representantes da Secretaria da Saúde de Porto Alegre se reuniram nesta segunda-feira com lideranças médicas e hospitalares para dialogar sobre a crise do sistema de saúde da Região Metropolitana. A pasta expôs aos presentes o temor da prefeitura sobre o potencial risco de desassistência hospitalar na Capital, frente à ampla migração de pacientes de municípios do entorno gerada pelos problemas de atendimento nas cidades.

Mapeamento de turistas

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo está utilizando uma ferramenta de inteligência artificial para mapear o perfil de turistas em Porto Alegre. A ação, com funcionamento previsto para os próximos 12 meses, visa captar dados do setor em tempo real para avançar com políticas de promoção dos atrativos turísticos da Capital.

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul.
O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bruno Laux

Relator cita caso de Eduardo Leite e não reconhece abuso do poder econômico na eleição do senador Sérgio Moro
Limites das negociações coletivas de trabalho
https://www.osul.com.br/panorama-politico-401/ Panorama Político 2024-04-02
Deixe seu comentário
Pode te interessar