Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Saúde Prefeito de Caxias do Sul defende volta às aulas presenciais no município

Compartilhe esta notícia:

Adiló Didomenico foi recepcionado por Paulo Sérgio Pinto.

Na tarde desta segunda-feira (11), o prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico, esteve na Rede Pampa de Comunicação para participar do programa Pampa Debates, de Paulo Sérgio Pinto. Em entrevista exclusiva para o portal O Sul, Didomenico falou sobre o combate à pandemia da covid-19 desde o ano de 2020, quando era vereador, e o que planeja agora como prefeito.

Adiló Didomenico foi eleito no segundo turno, com 59,57% dos votos, quando derrotou o candidato Pepe Vargas. Ainda no final do ano passado, Didomenico esteve em contato com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sobre a questão das aulas em 2021. “Ele se mostrou favorável a esse retorno. Entendo que as aulas irão retornar no modelo híbrido, ou seja, os responsáveis que não quiserem mandar os alunos, podem seguir com eles estudando de casa. Nós também estamos providenciando uma licitação, uma compra de equipamentos para nossos alunos”, afirmou.

O horário de funcionamento do comércio no município já sofreu modificações, algo que também vinha sendo estudado pelo prefeito. “Não entendo que o fechamento e a redução de horário seja a solução. A solução é a responsabilidade de cada um consigo e com o semelhante.” O retorno gradual da economia, conforme Didomenico, vai acontecer com muita responsabilidade. “A economia tem que andar porque, senão, não vamos ter dinheiro para os recursos que precisamos para a saúde e compras de leitos”, disse.

No ano passado, como vereador, o atual prefeito defendeu que economia e saúde deveriam andar juntas, mas sempre com muito cuidado. “Fui o primeiro vereador que notificou o comitê de crise para o uso obrigatório da máscara e do álcool em gel. O comércio e escolas podem seguir, mas sempre com as responsabilidades.”

ASSISTA AO PROGRAMA PAMPA DEBATES NA ÍNTEGRA:

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Ministro da Saúde diz que a vacinação contra o coronavírus terá início simultâneo em todos os Estados brasileiros
Medo foi sentimento mais comum entre brasileiros no primeiro semestre da pandemia, constata pesquisa sobre saúde mental
Deixe seu comentário
Pode te interessar