Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Colunistas Previsão de mais 100 milhões de doses de vacinas até agosto

Compartilhe esta notícia:

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga prevê aumento da chegada ao Brasil de doses da vacina. (Foto:Divulgação)

A informação confirmada pelo Ministério da Saúde é animadora: mais vacinas chegando ao Brasil. A previsão é de que até o fim deste mês, devem ser entregues 40 milhões de doses. Em agosto, a previsão é de mais 60 milhões. O Ministério da Saúde anunciou que a meta é de que até dezembro deste ano todos os brasileiros com mais de 18 anos estejam imunizados. Os números atuais são positivos: a vacinação no Brasil já passa das 122 milhões de doses aplicadas. Com esse número absoluto, o Brasil continua sendo o 4º país que mais aplicou vacinas no mundo. Os números do Brasil deixam o país atrás apenas China, Estados Unidos e Índia, segundo dados do Our World in Data.

O MDB gaúcho pode abrir dissidência e apoiar Eduardo Leite

A proposta do MDB nacional de apresentar a senadora Simone Tebet como sua candidata à presidente encontra dificuldades no Rio Grande do Sul. Aqui, uma ala que hoje tem o controle do partido, fechou acordo para apoiar o nome do governador Eduardo Leite para a disputa presidencial, entrando em choque com a proposta defendida pelo presidente nacional, deputado Baleia Rossi. Em contrapartida, o governador gaúcho garantiria apoio do PSDB ao candidato a governador indicado pelo MDB. Como essa questão não é pacífica no MDB gaúcho, as propostas – Simone Tebet ou Eduardo Leite – poderão passar por uma prévia interna. O que pode enfraquecer a imagem da senadora Simone Tebet é sua aliança com senadores ligados ao G-7 no Senado, como Renan Calheiros.

Randolfe defendeu compra da Covaxin sem licitação

Se tiver compromisso com a verdade, a CPI do Circo terá de convocar seu vice-presidente, senador Randolfe Rodrigues. Não para explicar a suspeita de “rachadinha” no seu gabinete, o que deve ficar para outra oportunidade, mas para esclarecer porque em abril deste ano, defendia publicamente a compra de vacinas Covaxin sem licitação. Ontem, o presidente Jair Bolsonaro divulgou na sua conta do Twitter, o vídeo do senador Randolfe e descreveu o seu conteúdo:
– Olha quem queria comprar a Covaxin sem licitação e sem a certificação da ANVISA. Sen Randolfe negociou, em 05/abril/2021, até mesmo a quantidade de vacinas: 20 milhões. Com planos frustrados restou ao G-7 da CPI acusar ao Governo do que eles tentaram fazer.”

O que fazer com R$ 6 bilhões?

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub faz as contas a partir dos R$ 6 bilhões destinados ao fundo para financiar campanhas eleitorais:

-R$ 6 BILHÕES representam R$ 40 reais por eleitor! No caso, R$ 80 reais por casal. Eu prefiro receber meu dinheiro de volta e levar a Dani ao Ponto Chic. Nosso pedido de sempre é um Bauru, um sandwich de calabresa, um chop black e uma jarra de suco de laranja.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Roda o filme!
‘Semipresidencialismo’ é para esconder o ‘fundão’
Deixe seu comentário
Pode te interessar