Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Economia Produção de petróleo e de gás natural tem queda em fevereiro

Compartilhe esta notícia:

Segundo ANP, queda na produção se deve a paradas programadas.

Foto: Divulgação/Petrobras
Segundo ANP, queda na produção se deve a paradas programadas. (Foto: Divulgação/Petrobras)

A Agência Natural do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou nesta sexta-feira (3) o boletim mensal da produção de petróleo e gás natural referente a fevereiro. Neste mês, foram produzidos de 3,783 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboed) sendo 2,972 milhões de barris por dia de petróleo e 129 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural.

Com relação a janeiro, a produção de petróleo reduziu 6,2% e aumentou 19,4% na comparação com fevereiro de 2019. Já a de gás natural reduziu 7,1% em relação a janeiro e aumentou 17,1% na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

De acordo com os dados da ANP, a queda na produção de petróleo e gás natural em comparação com o mês anterior foi provocada principalmente pela ocorrência de paradas programadas e outras necessárias para a mitigação de riscos de segurança operacional em algumas instalações.

“Porém, cabe ressaltar que os volumes produzidos em fevereiro de 2020 foram superiores àqueles previstos no Plano Anual de Produção (PAP) deste ano, cujos volumes eram 2,762 MMbbl/d de petróleo e 119,291 MMm3/d de gás natural. Esse aumento da produção em relação ao previsto ocorreu, principalmente, pela redução da duração da parada programada do navio-plataforma FPSO Cidade de Maricá, no campo de Lula, e pela postergação de parada programada de outra unidade”, informou a agência.

Pré-sal

A produção no pré-sal em fevereiro também reduziu e teve origem em 118 poços e correspondeu a 66% da produção nacional, totalizando 2,497 MMboe/d, sendo 1,993 MMbbl/d de petróleo e 80,129 MMm3/d de gás natural. Em relação ao mês anterior, a produção total diminuiu 6,9% e, em relação a fevereiro de 2019, aumentou 36,8%.

Gás natural

Em fevereiro, o aproveitamento de gás natural foi de 97,2%. Foram disponibilizados ao mercado 61,4 MMm³/dia. A queima de gás no mês foi de 3,644 MMm³/d, uma redução de 9,7% se comparada ao mês anterior e de 28,7% se comparada ao mesmo mês em 2019.

Produção

Os campos marítimos produziram 96,7% do petróleo e 82,8% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras produziram 93,3% do petróleo e do gás natural. Com relação aos campos operados pela Petrobras e com participação exclusiva da empresa, produziram 39,5% do total. O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, registrando 974 Mbbl/d de petróleo e 41,3 MMm3/d de gás natural.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Entenda o porquê do presidente Bolsonaro ter sido denunciado em tribunal internacional
Presidente Bolsonaro deve assinar nesta sexta, aporte de R$ 40 bi para folha de pagamento
Deixe seu comentário
Pode te interessar