Sexta-feira, 23 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Beleza Queda de cabelo: conheça as dicas para evitar o problema especialmente no inverno

Compartilhe esta notícia:

Diversos fatores podem causar a calvície, mas há boas práticas que ajudam a prevenir o problema. (Foto: Reprodução)

O que fazer quando o cabelo começa a cair? Se você se assusta com a queda das madeixas, fique calmo, pois temos uma boa notícia: é normal perder de 100 a 150 fios por dia, principalmente quando os lavamos ou penteamos.

Você deve se preocupar com grandes quantidades, quando começam a aparecer falhas no penteado ou mechas no travesseiro ao acordar.

Mas antes de pensar em soluções para este problema, é preciso considerar que vários fatores podem causá-lo, além de medicamentos, genética e o avanço da idade. São eles: Estresse; Alterações hormonais; Deficiência de vitaminas; Má alimentação; Lavar o cabelo com água quente; Fumar; Uso frequente de boné ou chapéu; Baixa ingestão de água; Secador de cabelos muito quente.

Por que meu cabelo cai?

O diagnóstico preciso da causa da sua queda de cabelo deve ser feito por um médico. Os dermatologistas e tricologistas estudam a pele e fibras capilares e podem ajudar a encontrar tratamentos adequados para cada caso.

Mas é claro que boas práticas de saúde e higiene também podem prevenir a calvície. Fazer exercícios físicos e manter um cronograma capilar são algumas delas.

“Para ter um cabelo saudável, é preciso ter um couro cabeludo saudável. O cronograma capilar ajuda a hidratar os fios e repor nutrientes perdidos”, afirma o tricologista João Gabriel Nunes.

Vitaminas para os cabelos

Nunes cita as cápsulas de vitaminas como tratamento complementar. Luciana Passoni, que trabalha com a mesma especialidade, concorda: “As vitaminas A, C, E e as do complexo B são essenciais para manter a beleza da pele, cabelos e unhas. Mas só devem ser prescritas por um médico ou nutricionista”.

Luciana explica que a vitamina A, por exemplo, é importante para a manutenção e desenvolvimento do tecido capilar, além de evitar o ressecamento da pele e dos fios.

Estudos mostram que a deficiência do nutriente está associada à queda de cabelo e calvície. O consumo excessivo, no entanto, pode ter efeito contrário, prejudicando o crescimento das mechas”, alerta. Entre os alimentos ricos em vitamina A, estão cenoura, abóbora, tomate, mamão, beterraba, pimentão e folhas escuras.

Com a pandemia, muitas pessoas estão com deficiência de vitamina D – que é produzida pelo corpo humano a partir da exposição solar. “Isso também causa a queda de cabelo. Se você mora em um local muito frio e com pouca incidência de Sol, procure um médico para que ele possa medir os seus níveis de vitamina D e decidir se você precisará de suplementação”, recomenda Luciana.

Cuidados com o cabelo no inverno

A estação fria traz com ela dois hábitos que enfraquecem e ressecam os fios: o uso excessivo de secador e o banho com água quente.

No caso do chuveiro, os danos estão diretamente relacionados ao couro cabeludo. “O excesso de calor estimula a produção de glândulas sebáceas, que aumentam a oleosidade e até a queda capilar. O que pode ser feito é enxaguar o cabelo com água fria ou morna”, explica Nunes.

Prender os fios molhados ou dormir com a cabeça úmida é desaconselhável, pois pode causar dermatite seborreica. Por isto, lave o cabelo cedo para que ele seque ao longo do dia. Se o secador for inevitável, o hairstylist Marcos Proença indica passar um protetor térmico no cabelo antes de ligar o aparelho. “Evite colocar o secador na potência máxima e muito próximo às madeixas”, recomenda.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Beleza

Whey Protein, o suplemento dos atletas, também traz resultados para quem não faz exercícios
Nasa busca solução para astronautas lavarem roupa no espaço
Deixe seu comentário
Pode te interessar