Sábado, 24 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul A Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul tem férias conjuntas neste mês

Compartilhe esta notícia:

Retorno será em março.

Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini
Retorno será em março. (Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini)

Conforme o cronograma estabelecido pelo calendário escolar 2021, a Seduc (Secretaria Estadual da Educação) informa que o mês de fevereiro será de férias conjuntas para diretores, professores e funcionários da Rede Estadual de Ensino. Durante este período, que é válido desta segunda-feira (1º) até 2 de março, todas as demandas de dúvidas e solicitações de documentos devem ser feitas de forma remota.

Os canais utilizados para o contato com a comunidade escolar serão por meio de telefone, WhatsApp, redes sociais e e-mail das CREs (Coordenadorias Regionais de Educação).

A disponibilização destes contatos, para uma eventual demanda urgente, deve estar sinalizada através de um cartaz em um local de fácil acesso da comunidade escolar.

As férias conjuntas, realizadas em função da pandemia de coronavírus, visam oferecer um período de pausa para os profissionais da educação e, ao mesmo tempo, garantir que o quadro de recursos humanos esteja disponível com toda sua capacidade para as aulas ao longo do calendário letivo de 2021.

CREs

As CREs (Coordenadorias Regionais de Educação) terão horários de funcionamento intercalados no decorrer do mês de fevereiro e início do mês de março.

Do dia 1ª ao 6 de fevereiro, o atendimento será normal; do dia 8 ao 12 fevereiro, o atendimento será feito em regime de plantão e revezamento de servidores; do dia 15 ao 22 de fevereiro, as CREs estarão fechadas; e a partir dia 23 de fevereiro o atendimento segue normal de forma presencial e remota.

Transferência

O período de transferência na Rede Estadual de Ensino encerrou no último domingo (31). A solicitação devia ser realizada de forma online e era destinada para os estudantes que desejavam mudar de escola, tanto para os da rede estadual, como os de instituições de ensino privadas e das redes municipais.

Para quem fez o pedido no site da Seduc, a prioridade se dará por proximidade da residência do estudante com a instituição de ensino, combinada com o critério da menor idade, salvo quando o aluno tiver irmãos que frequentam a escola pretendida.

No momento da solicitação de transferência, o responsável pelo estudante ou o próprio aluno deviam preencher até três opções de unidades escolares, por ordem de preferência, selecionar o tipo de ensino, a série, o turno de interesse e informar se possui ou não algum irmão matriculado na instituição de ensino pleiteada. Depois, a vaga precisará ser confirmada com a efetivação da matrícula, presencialmente, na unidade escolar onde a vaga foi obtida.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Exposição “47% – Artistas mulheres no acervo do MACRS” inaugura na próxima semana
Ipea estima que investimentos apresentaram alta de 3,1% em novembro
Deixe seu comentário
Pode te interessar