Sábado, 28 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Partly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Futebol Só quem estiver em dia com a vacinação contra covid poderá entrar nos estádios em jogos do Gauchão

Compartilhe esta notícia:

Torneio regional começa na próxima quarta-feira. (Foto: EBC)

Durante reunião virtual entre o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) Luciano Hocsman, e integrantes do Gabinete de Crise do governo do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (21), foram definidos protocolos sanitários para acesso dos torcedores aos estádios de partidas do Campeonato Gaúcho. A principal é a exigência de comprovante de imunização contra covid.

Será necessário ter completado o esquema básico de vacinação, seja com duas doses das vacinas de dupla etapa (Coronavac, Oxford-Astrazeneca e Pfizer) ou com a injeção única da Janssen. As demais diretrizes podem ser consultadas em link disponível no site da entidade: fgf.com.br.

Participaram da reunião o coordenador do Gabinete de Crise, Marcelo Alves, coordenador titular do Grupo de Trabalho (GT) Protocolos, Bruno Naundorf, coordenador suplente do GT Protocolos, Felipe Belle, e a assessora do Gabinete de Crise, Carolina Gutierrez.

Competição

Com 12 times, a primeira rodada do Campeonato Gaúcho de 2022 começa na próxima quarta-feira (26). A abertura terá dois duelos simultâneos: o Juventude recebe o Inter às 16h no estádio Alfredo Jaconi, enquanto a União Frederiquense joga em casa contra o Novo Hamburgo.

Já o Grêmio encara o Caxias às 19h e o Aimoré duela com o Brasil-PE às 21h30min. No dia seguinte, serão mais dois confrontos: Ypiranga versus São Luiz e São José contra Guarany.

O regulamento se mantém em relação à última edição, com a inversão do mando de campo dos jogos na fase classificatória. Os 12 clubes jogam entre si em turno único.

Os quatro melhores avançam para a semifinal em jogos de ida e volta, assim como na final – desta vez, sem o critério do gol qualificado. Após o término da fase classificatória, os dois últimos colocados serão rebaixados à Série A2 (Segunda Divisão).

Vacinação

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) exigirá vacinação completa contra covid para jogadores inscritos nos torneios promovidos pela entidade. A determinação consta na edição mais recente de seu “Guia Médico de Medidas Protetivas para o Futebol Brasileiro 2022”, publicado nesta sexta-feira (21).

“Entende-se como vacinação plena o período de 14 dias após a aplicação da segunda dose se utilizada as vacinas de duas doses ou a aplicação da vacina de dose única”, reitera um trecho do documento.

O comprovante de vacinação será exigido para que cada atleta possa ser relacionado em uma partida. Se o  documento não for apresentado, o portal médico da Confederação bloqueia diretamente em seu sistema a inscrição do atleta.

De acordo com o presidente da Comissão Médica da CBF, Jorge Pagura, trata-se de uma solução para proteger os profissionais da bola:

“Grande parte das internações hospitalar por covid são, atualmente, de pessoas que não se vacinaram. A variante ômicron é muito transmissível e os atletas têm que jogar sem máscaras. Então o que nós podemos fazer é exigir que todos estejam imunizados, para evitar casos graves da doença”.

A obrigatoriedade deve ser incluída nos regulamentos específicos de cada competição organizada pela CBF, que são publicados antes do início do torneios. Outra orientação da entidade e para que o ciclo vacinal completo seja exigido pelas federações estaduais de futebol em seus respectivos torneios.

(Marcello Campos)

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Futebol

Organização Mundial da Saúde informa a produção de antivirais genéricos para tratamento da covid
Juiz derruba ordem de Joe Biden para que funcionários federais se vacinem nos EUA; 98% já foram vacinados
Deixe seu comentário
Pode te interessar