Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

Rio Grande do Sul Trabalho prisional viabiliza construção da Delegacia de Polícia de São Sebastião do Caí

Compartilhe esta notícia:

Com a mão de obra, presos têm direito à remissão da pena: a cada três dias de trabalho, reduz um dia

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Com a mão de obra, presos têm direito à remissão da pena: a cada três dias de trabalho, reduz um dia. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Apenados da Penitenciária Modulada de Montenegro e do Instituto Penal de Montenegro participaram da construção da nova Delegacia de Polícia de São Sebastião do Caí. O prédio já está em uso, mas teve a inauguração adiada em razão da pandemia da Covid-19.

A obra foi iniciada em junho de 2018. Quatro apenados do regime fechado da Penitenciária Modulada com conhecimento na área de construção foram escolhidos pela direção da casa prisional, que já contava com o trabalho deles no setor de manutenção da instituição.

Além do apoio da Seapen (Secretaria da Administração Penitenciária) e da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários), a parceria foi autorizada pelos juízes da Vara de Execução Criminal de Novo Hamburgo. A obra ainda teve o reforço de dois apenados do regime semiaberto do Instituto Penal.

O novo prédio da Delegacia de Polícia tem o dobro do espaço do anterior. Agora são 500 metros quadrados. A delegada Cleusa Spinato elogiou o serviço. “O trabalho deles é de extrema qualidade. O acabamento é de primeiríssima qualidade”, acrescentou. Com a atividade, os presos têm direito à remissão da pena (a cada três dias de trabalho, diminui um dia).

Para o secretário da Seapen, Cesar Faccioli, esse é mais um bom exemplo da importância do tratamento penal, especificamente o trabalho prisional. “Essa é uma diretriz que sempre destacamos, pois contribui para a inclusão social das pessoas presas e dá a oportunidade de aprendizado ou aperfeiçoamento de um ofício para o mercado de trabalho”, afirmou. Faccioli também pontuou a importância das parcerias interinstitucionais, que trazem benefícios a todos.

Delegado Penitenciário da 1ª Região (Vale dos Sinos e Litoral), Benhur Calderon enfatizou ainda a atuação dos servidores. “Destaco a importância da sensibilização que é feita pelos servidores penitenciários para que os apenados usem seu tempo, realizando melhorias em prol da comunidade. Parabenizo a direção da Penitenciária Modulada de Montenegro e a do Instituto Penal de Montenegro pela boa integração com os órgãos da Secretaria da Segurança Pública”, afirmou.

A chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor, classificou a iniciativa como um meio de ressocialização. “Foi uma oportunidade para colocarem em prática habilidades que beneficiaram a si mesmos, a Polícia Civil e, principalmente, a comunidade de São Sebastião do Caí que é agraciada com um novo espaço para o combate e elucidação de crimes”, destacou.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Bolsonaro troca vice-liderança do governo na Câmara dos Deputados e inclui deputado do Centrão
Campanha de vacinação contra gripe amplia público na terceira fase
Deixe seu comentário
Pode te interessar