Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Light Rain

Rio Grande do Sul Uma pesquisa mostra o que mudou para os influenciadores digitais gaúchos durante a pandemia do coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Maioria dos influenciadores percebeu redução no número de patrocinadores. (Foto: Divulgação)

Pesquisa inédita realizada pela agência RSbloggers concluiu que, durante o isolamento social, os influenciadores gaúchos se mantiveram mais conectados e produtivos, criando projetos novos e registrando aumento na audiência e engajamento. No entanto, a maioria deles percebeu uma redução no número de patrocinadores.

O estudo quantitativo entrevistou 105 influenciadores do Rio Grande do Sul entre 27 de maio e 21 de junho. O objetivo foi compreender como foram impactados os criadores de conteúdo on-line gaúchos durante a pandemia de Covid-19, quais foram as eventuais transformações em sua produção, seu relacionamento com marcas e o tempo que passam conectados.

Os dados mostram que 52,3% daqueles que monetizam seu canal viram o número de patrocínios ser reduzido como consequência da pandemia. Outros 47,7% tiveram aumento de parcerias comerciais. Destaca-se o fato de que, entre os profissionais que aumentaram seu número de campanhas pagas, 73,3% criaram novos projetos.

Além disso, 68,3% deles também observaram busca maior das empresas por ações de relacionamento via mídia espontânea. Ou seja, marcas que contataram para envio de “mimo”, sugestão de pauta ou outro tipo de divulgação não remunerada.

Outra consideração interessante é a de que a maioria daqueles influenciadores que criaram projetos novos durante a pandemia também consumiu mais conteúdo digital: 72,9%. Já 18,6% mantiveram sua rotina de consumo de conteúdo e 8,5% reduziram seu tempo consumindo on-line.

Se analisadas as respostas somente daqueles que permaneceram mais tempo conectados e produtivos, estes influenciadores viram seu número de seguidores e interações aumentar de maneira geral. Com relação à audiência, nenhum deles registrou diminuição de seguidores. Alguns (16%) perceberam menor ritmo de crescimento e outros (também 16%) notaram crescimento igual ao que já tinham antes da pandemia de coronavírus. Porém, uma boa parcela, 68%, viu seu ritmo de crescimento aumentar.

Já com relação ao engajamento, 72% destes influenciadores observaram aumento nas interações da audiência, enquanto 8% deles viram sua performance diminuir, apesar de todo o esforço em permanecerem mais conectados e produtivos. Outros 20% não repararam diferença nas interações que já costumavam ter.

Mais um dado relevante constatado pelo estudo da RSbloggers é o de que a maioria dos entrevistados estão atentos às responsabilidades, atitudes e posicionamentos de marcas e empresários. Uma parcela já estava atenta a esta questão mesmo antes da pandemia (52,2%). Outra parte passou a prestar mais atenção no tema (42,9%). E somente 1,9% dos pesquisados não está atento a isso.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

O aumento do nível dos rios por causa da chuva já castiga diversas áreas do Rio Grande do Sul. Desabrigados passam de 7 mil
Governo gaúcho recebe 63 pedidos de reconsideração das bandeiras da décima rodada do distanciamento controlado
Deixe seu comentário
Pode te interessar