Sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Cláudio Humberto Vacinação dispara e Brasil aplica 2 milhões por dia

Compartilhe esta notícia:

Desde o dia 17 de janeiro, o Brasil aplicou duas doses ou dose única em 55 milhões de pessoas. (Foto: EBC)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assumiu o cargo e já na primeira coletiva, em março, afirmou que a meta era aplicar um milhão de doses por dia. Cinco meses depois, o Plano Nacional de Imunização acelerou de forma significativa, a meta inicial ficou para trás e a média brasileira já é de cerca de 2 milhões de doses diárias, segundo o vacinabrasil.org. O PNI aplicou mais de 176 milhões de doses em 60,1% da população total.

26% imunizados
Desde o dia 17 de janeiro, o Brasil aplicou duas doses ou dose única em 55 milhões de pessoas, o que levou à queda de mortes e casos de covid.

Números excelentes
Considerando os dados atuais, é como se o Brasil tivesse média de um milhão de doses há 163 dias (11 de março), antes da posse de Queiroga.

Show brasileiro
Desde 13 de maio, quando suspenderam uso da máscara, os EUA foram de 46,2% para 59,7% da população vacinada. O Brasil foi de 16% a 60%.

Próximo alvo
Depois de passar os EUA, o próximo objetivo da campanha brasileira é superar a União Europeia, que conta com 63% da população vacinada.

Deputadas ignoram drama das mulheres afegãs
Em uma discussão surreal, na Câmara dos Deputados, esta semana, gritou alto o silêncio das deputadas sobre o drama das mulheres do Afeganistão, algumas delas julgadas sumariamente e executadas pelo Talibã em plena via pública. Alheias a tudo isso, as deputadas preferiram se associar a discussão patética, na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional: para governistas, o Talibã é “de esquerda” e quem é de oposição jura que não passa de uma “milícia de extrema-direita”.

Elas não usam burca
Sete deputadas, entre titulares e suplentes, fazem parte da Comissão de Relações Exteriores. Nenhuma pareceu preocupada com as afegãs.

Onde estou mesmo?
A opção pela Comissão de Relações Exteriores faz supor que seus integrantes são iniciados em política internacional. Ledo engano.

Burcas obrigatórias
O Talibã obriga mulher a usar burca, impede que estude ou trabalhe e decepam, com um golpe de espada, braços femininos à mostra.

Ninguém está acima da lei
Foi excessiva a nota do STF “repudiando” o pedido de impeachment de Alexandre Moraes. Pode parecer que os ministros do STF estão acima da lei. Ainda que inócuo, o pedido é exercício de um direito. O mote “mexeu com um, mexeu com todos” não é republicano, é corporativista.

Agora é só ‘esquecer’?
O advogado Roberto Caldas vivia o auge em 2018, era inclusive juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos, em Washington. A ex-mulher o acusou de violência doméstica e seu mundo caiu. Perdeu tudo e o bem mais valioso: a reputação. Agora, 3 anos depois, foi finalmente absolvido.

Cunha na torcida
Condenado e preso na Lava Jato, o ex-deputado Eduardo Cunha retoma certas rotinas. Ele foi ao jogo Flamengo x Olímpia, e ficou faceiro com acenos de pessoas próximas ao local onde estava, no Mané Garrincha.

Deputado Soares
Marcos Soares, filho do missionário R.R. Soares e sobrinho do bispo Edir Macedo, deve assumir a vaga de Rodrigo Maia, que trocou o mandato por uma boquinha no governo de João Doria, em São Paulo.

Costume antigo
Viralizaram reclamações depois que o presidente foi a Manaus inaugurar obras “que não eram dele”, porque começaram em 2018. José Medeiros (Podemos-MT) fez uma pergunta: “Era para deixar a obra parada?”

Finalmente
A Câmara dos Deputados aprovou esta semana projeto que cria regime de prisão mais rigoroso contra assassinos de policiais, seus cônjuges ou parentes até o 3º grau. Mas o tempo de prisão (12 a 30 anos) não muda.

Liderança
Com 26% da população geral totalmente imunizada e mais de 60% com ao menos uma dose, o Brasil já aplicou mais de 176 milhões de vacinas. Equivalem a 55% de todas as vacinas da América do Sul.

Dia da vingança
Na mitologia grega, 20 de agosto é a data do Festival de Nêmesis, a deusa da vingança. Na mintologia do Congresso Nacional, não há o que celebrar, nem desprezar: foi sexta-feira e quase ninguém trabalhou.

Pensando bem…
…se não querem sentar para conversar e acertar o armistício, nossas autoridades deveriam experimentar o divã do analista.

PODER SEM PUDOR

Na retranca
Na campanha “Diretas já”, em 1983, celebridades aderiam à causa sem problemas. Exceto Pelé, que se manteve reticente até declarar apoio, de repente. Foi logo após o então presidente João Figueiredo convidar Xuxa, com quem Pelé brigara, para uma visita ao Planalto. Governador de Minas, Tancredo Neves tentava entender o comportamento retranqueiro do “rei”: “Uai, o Pelé agora está jogando no gol?”

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cláudio Humberto

Brasil: o país onde um cantor sertanejo de 81 anos virou ameaça à democracia e ao STF
Fatos históricos do dia 22 de agosto
Deixe seu comentário
Pode te interessar