Últimas Notícias > Notícias > Brasil > “O fim de benefício fiscal pode viabilizar o corte na tributação de salários”, diz o presidente da Câmara dos Deputados

Bordeaux e Borgonha foram temas do curso de sommelier profissional da ABS-RS

Crédito: Mônica Coletti

A vinícola Salton recebeu, de sexta-feira (19) até domingo (21), o sexto módulo do curso profissional de sommelier, promovido pelo capítulo gaúcho da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS) com o suporte dos professores da ABS-SP. O diferencial do curso é que ele é ministrado dentro de vinícolas – além da Salton, participam também Miolo, Aurora, Chandon, Salton, Valduga e Don Guerino. Mário Telles Jr. [foto em anexo], que também já presidiu o capítulo paulista da ABS, foi o responsável pelo módulo. Nessa fase, os alunos estudaram uso do carvalho, envelhecimento da bebida, além da enografia de Áustria, Hungria, Israel, Líbano, além de Bordeaux e Borgonha, duas regiões produtoras que são referência mundial.

O último módulo, em março, será no Spa do Vinho, sede oficial da ABS-RS.  Os temas envolverão o serviço do vinho como técnicas de abertura de garrafa, decantação, serviço dos espumantes, mis-en-place, organização de cartas e de adegas.  A orientação será dada por Gianni Tartari, que desenvolveu inúmeras cartas de vinhos para restaurantes em todo o Brasil, incluindo prestigiados restaurantes como Enotria, Fasano e Parigi. Na ocasião, também será aplicada uma prova prática de serviço, além do habitual teste teórico. Outros experientes diretores da ABS-SP como José Luiz Borges e Arthur Azevedo, também são professores do curso. A primeira turma de sommeliers profissionais tem 40 alunos. Além de profissionais da cadeia do vinho, também fazem parte do grupo profissionais de outras áreas como médicos, advogados, médicos e profissionais liberais.

Deixe seu comentário: