Últimas Notícias > Esporte > O Grêmio empatou em 1 a 1 com o Palmeiras pelo Brasileirão

Mais de 2,8 milhões de gaúchos terão conta de luz mais cara a partir da próxima semana

(Foto: Divulgação/CEEE)

Os consumidores que são atendidos pela RGE Sul Distribuidora de Energia S.A, que engloba a RGE e a RGE Sul, terão reajuste tarifário. Quem aprovou a medida foi a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e as novas tarifas entrarão em vigor a partir do dia 19 de junho. Os aumentos médios para os consumidores residenciais atendidos na baixa tensão serão de 3,61% para os clientes da RGE Sul e de 6,19% para os da RGE.

No final do ano passado, o grupo CPFL Energia, que controla as duas distribuidoras de energia, anunciou a incorporação da RGE pela RGE Sul. Com isso, a nova empresa passou a atender 65% de todo o território do estado. São 2,87 milhões de unidades em 381 municípios do Rio Grande do Sul, atendendo mais de 7 milhões de pessoas.

Cálculo
A Aneel informou que ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, considerou a variação de custos associados à prestação do serviço. Pesou no reajuste da RGE Sul principalmente os custos com aquisição de energia e dos componentes financeiros relacionados à compra de energia do último processo tarifário.

Deixe seu comentário: