Sábado, 14 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

Geral Malwares em aplicativos para Android tiveram mais de dois milhões de downloads

Vulnerabilidade já está sendo explorada para realizar fraudes bancárias, alertam empresas de segurança. (Foto: Reprodução)

A empresa especializada em cibersegurança Symantec identificou uma nova onda de aplicativos para Android com malwares que foram baixados mais de 2,1 milhões de vezes na Google Play Store. Ao todo 25 APKs, cuja maioria é formada por apps de edição de fotos ou de moda, foram publicados a partir de 22 diferentes contas de desenvolvedores e tiveram seu primeiro upload feito em abril deste ano.

De acordo com publicação da última segunda-feira (23) do grupo de segurança digital, os programas exibiam anúncios em toda a tela do smartphone de maneira agressiva.

Reportados ao Google no último dia 2, todos os apps já foram removidos da Play Store. Como a maior parte dos softwares encontrados eram semelhantes tanto em conteúdo quanto na programação, a Symantec acredita que os desenvolvedores podem fazer parte de uma mesma organização ou estão utilizando o mesmo código-fonte.

Ainda de acordo com a Symantec, os aplicativos agem da mesma forma. Quando instalados, inicialmente funcionam como deveriam, mas começam, sem o conhecimento do usuário, a operar em segundo plano com o objetivo de fazer o download de um arquivo remoto de configuração. Ele foi interceptado pela empresa de segurança, que identificou a capacidade de esconder o ícone dos apps e alterar configurações relacionadas a anúncios.

Após realizar o procedimento para esconder o ícone do aplicativo, o malware começa a exibir anúncios de página inteira até mesmo quando o programa não está em uso. As propagandas aparecem em intervalos de tempo aleatórios e não possuem indicação de qual app é responsável por exibi-la, impedindo que o usuário detecte a fonte do problema.

Como se proteger

Para se proteger contra malwares, é importante tomar algumas medidas, como manter o sistema operacional do seu dispositivo atualizado, não baixar aplicativos de sites desconhecidos e só instalar apps de fontes verificadas e seguras. Além disso, é sempre válido fazer backups constantes dos seus dados e manter aplicativos de segurança e softwares antivírus instalados no seu smartphone.

Instagram

O Instagram começou a testar, na terça-feira (24), um modo noturno na versão Beta do aplicativo para Android 10. Imagens obtidas pelos sites especializados 9to5Google e Android Police mostram o app com fundo preto e demais detalhes da interface brancos, como letras, ícones e botões. De acordo com usuários que participam do programa de testes da rede social no Google Play, o visual escuro está disponível na versão 114.0.0.0.24 e pode ser ativado nas configurações do app ou no próprio sistema.

Ainda não se sabe se a novidade será disponibilizada na versão estável do software. Também não há indícios que uma variante experimental para iPhone esteja disponível – uma das principais novidades do iOS 13 é justamente o design com paleta de cores escura.

O Modo Escuro é uma das novidades do Android 10. A função é conhecida por trazer alguns benefícios para o aparelho e para o usuário, como reduzir o impacto negativo da luz da tela na visão e economizar energia emitida pelo display, especialmente em celulares com tela OLED. O recurso pode entrar em ação manualmente ou de forma automática, de acordo com o horário do pôr do sol na região.

Voltar Todas de Geral

Compartilhe esta notícia:

Carteira de habilitação cassada: entenda consequências de perder direito de dirigir
Óleo em praias do Nordeste é petróleo e não é brasileiro, diz Ibama
Deixe seu comentário
Pode te interessar