Últimas Notícias > | > Presidentes de Grêmio e Inter participam do programa Pampa Debates, da TV Pampa, nesta quarta

Pixel 4, o celular do Google será lançado nesta terça

Frente do Pixel 4 contará com mais bordas do que outros tops de linha. (Foto: Reprodução)

A edição anual do “Made by Google”, que acontece nesta terça-feira (15), em Nova York (EUA), tem duas estrelas certas: o Pixel 4 e o Pixel 4 XL, os novos modelos de celulares da companhia. Tilt vai estar lá e te conta todas as novidades deste e de outros produtos que devem chegar em breve. As informações são do portal de notícias UOL.

Neste ano, a Google resolveu fazer diferente e, ao longo dos últimos meses, revelou informações importantes sobre os novos smartphones, como design, processamento e até novos recursos. Ela saiu na frente dos tradicionais vazamentos, o que nos leva a crer que guardou as surpresas para o evento desta semana.

Design parecido com iPhone 11

Já foram tantas fotos oficiais ou vazadas que o Pixel está praticamente entregue — teve até youtuber gringo fazendo review do celular. Sabemos que ele terá uma traseira parecida com a do iPhone 11: vidro e moldura quadrada preta para as câmeras.

Na frente, o celular traz mais bordas do que a grande maioria dos tops de linha atuais, principalmente na parte de cima do display. Enquanto Samsung e Huawei apostam no “furo na tela” e a Apple mantém o entalhe, o Google reserva uma borda maior no topo para hardwares internos. Ao que tudo indica, o Pixel será lançado em três cores: preto, branco e laranja, que ganharam até uns nomes engraçados (em inglês): “Just Black” (“só preto”), “Clearly White” (“claramente branco”) e “Oh So Orange” (“uau tão laranja”).

Duas versões: diferenças na tela e bateria

O novo celular muito provavelmente vem em duas versões: o Pixel 4 e o Pixel 4 XL, assim como ocorreu no ano passado. A diferença entre os dois é no tamanho da tela e na capacidade da bateria (todos os outros recursos são iguais).

Dizem os rumores:

Pixel 4 – tela de 5,7 polegadas (qualidade Oled e resolução Full HD+) e bateria de 2.800 mAh;

Pixel 4 XL – tela de 6,3 polegadas (qualidade Oled e resolução Quad HD+) e bateria de 3.700 mAh.

As telas deverão ter tecnologias semelhantes ao True Tone da Apple, chamadas Ambient EQ, que trabalha melhor as cores para compensar a luz ambiente.

Controle por gestos e “Face ID do Google”

Uma das grandes novidades deve ser o novo “controle por gestos”, tecnologia que vem sendo trabalhada silenciosamente pelo Google nos últimos anos por meio do projeto Soli. O Pixel 4 e o Pixel 4 XL terão sensores que identificarão os movimentos das suas mãos.

Com isso, você poderá usar o celular sem tocar nele, apenas movimentando as mãos na frente do aparelho – algo semelhante ao apresentado pela LG no seu top de linha G8. O sensor de digital na tela deve sumir e dar lugar a um reconhecimento facial semelhante ao Face ID da Apple, com tecnologia infravermelho. O Google promete um sensor mais eficaz que o do concorrente, capaz de identificar diferentes ângulos da face.

Outras tecnologias que podem surpreender: um Assistente muito mais rápido (que pode até te substituir em certas ligações), uma tecnologia de legendas para transcrever mídias e uma de detecção de acidentes de carro.

Câmera que tira foto até das estrelas

Os dois celulares terão duas câmeras traseiras, ao contrário de vários tops de linha recentes que vieram com três câmeras –como o Galaxy Note 10 e o iPhone 11 Pro. A lente principal deve ser de 12 MP, e a outra parece ser uma teleobjetiva de 16 MP capaz de tirar fotos com zoom de até 8 vezes (numa provável mistura de zoom óptico com digital). Nada de grande angular, como nos concorrentes. Na frente, uma câmera de 8 MP.

Três recursos devem chamar a atenção: sensor Time of Flight, útil para desfoque de fundo por calcular distância de objetos; modo “Motion Mode”, bom para capturar fotos em cenas rápidas com mais qualidade; e modo noturno, que foi um grande marco dos celulares Pixel, melhorado e com capacidade de tirar fotos do céu estrelado.