Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Geral Adolescente apreendido em Charqueadas confessa ataque em escola

Compartilhe esta notícia:

O Corpo de Bombeiros e a Brigada Militar foram até o local do crime. (Foto: Reprodução/RS NEWS)

O adolescente apreendido nesta quarta-feira (21), suspeito de invadir o Instituto Estadual Educacional Assis Chateaubriand, em Charqueadas, e atacar alunos com uma machadinha, confessou a autoria do ataque. Após ser encaminhado à Delegacia de Polícia do município para prestar depoimento, o adolescente, de 17 anos, foi reconhecido pelas vítimas e confessou o crime.

Após o ataque, o adolescente foi até sua casa para trocar de roupa. Lá, seu próprio pai acionou a Brigada Militar. Foi assim que o adolescente acabou preso.

Em entrevista à reportagem de O Sul, o delegado Fábio Motta Lopes, disse ainda não ser possível afirmar a motivação do ataque, mas confirmou que o jovem estudou na escola, da qual não era mais aluno fazia dois anos.

Já o Ministério Público informou que pedirá a internação provisória do adolescente. O pedido será feito pela promotora de Justiça da Infância e da Juventude de Charqueadas, Daniela Fistarol.

O ataque

A ação ocorreu no início da tarde, quando o jovem desferiu golpes da machadinha em quatro alunos, entre 13 e 16 anos. Todos ficaram feridos. Ele também portava uma espécie de coquetel molotov e tentou colocar fogo em uma sala. As aulas do local foram suspensas.

As vítimas foram encaminhadas para o hospital da cidade, onde também foram atendidas duas alunas em estado de choque. De acordo com o Corpo de Bombeiros Voluntários, os ferimentos dos alunos foram nas mãos, costas e pernas. No entanto, todos já foram liberados. Eles tiveram apenas lesões superficiais.

A equipe do O Sul conversou com o aluno G.P., de 16 anos, que estava dentro da escola quando a ação ocorreu. O estudante relatou que o criminoso, que usava um moletom claro e uma bandana no rosto, jogou o coquetel molotov dentro de uma das salas de aula, provocando um estouro. Alunos e funcionários foram conferir o que se tratava, quando então ele começou a desferir os golpes com a machadinha. O professor de Educação Física da instituição conseguiu retirar o objeto da mão do criminoso, mas não teve como detê-lo e ele fugiu.

Aluno da escola relatou ação do criminoso (Foto: O Sul)

O vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, esteve no local e entrou na instituição de ensino que foi palco do crime, junto do prefeito do município, Simon Heberle de Souza. O chefe do Executivo municipal afirmou à equipe do O Sul que há um vídeo em que aparece o autor. Além disso, Souza destacou que foi feito um reforço de segurança nas escolas, porque o agressor ameaçou atacar outros locais.

Em coletiva de imprensa, o vice-governador disse que o autor do crime deixou a mochila no local. Dentro dela, estavam três garrafas, mas sem substâncias inflamáveis, e um isqueiro.

Confira a publicação na rede social da escola:

Infelizmente nossa escola sofreu um atentado no começo desta tarde. Uma sala de aula foi vítima de um ataque que já está…

Publicado por Iee Assis Chateaubriand em Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

No final da tarde desta quarta, a Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP/RS) emitiu nota oficial afirmando que o governo está dando máxima atenção ao caso. Confira:

A Secretaria da Segurança Pública – SSP/RS divulga nota oficial sobre fato criminoso em escola no município de Charqueadas.

Publicado por Secretaria da Segurança Pública – SSP/RS em Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Mulher que deixou dinheiro cair em rua de Santa Maria recupera quantia
Leite apresenta oportunidades de investimentos no Estado em missão ao Uruguai
Deixe seu comentário
Pode te interessar