Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Acontece Agas Jovem debate carreira, emprego e empreendedorismo na Expoagas 2016

Compartilhe esta notícia:

O encontro reuniu o consultor e apresentador Max Gehringer e o diretor da Stemac Geradores, Valdo Marques. Foto: Dani Villar

Programação conduzida pelo departamento jovem da Associação Gaúcha de Supermercados, que forma sucessores e novos líderes para o segmento supermercadista, o Agas Jovem teve o consultor e apresentador Max Gehringer abordando conceitos de carreira, sucesso e empreendedorismo na tarde desta terça-feira (23). Além da palestra, o diretor da Stemac Geradores, Valdo Marques, contou sua experiência no quadro “Chefe Secreto”, em que, sob a supervisão de Gehringer, trabalhou disfarçado por algumas semanas no chão de fábrica de sua empresa e conheceu a rotina dos colaboradores. O momento contou com a audiência de centenas de pessoas, os quais interagiram com os palestrantes no Teatro do Sesi, localizado na Fiergs (Porto Alegre/RS).

Max Gehringer iniciou sua palestra traçando um panorama entre a crise econômica atual com as que atingiram o Brasil, especialmente a do final da década de 1980. Para ele, uma das grandes virtudes do empresário brasileiro é a teimosia, já que os empreendedores arriscam suas carreiras e negócios, abrindo, quebrando ou fechando até dar certo. “No País não temos anos típicos ou uma lógica econômica e institucional. Isso transforma o empresário brasileiro em um dos seres mais mitológicos da história, por causa do risco em empreender. Estamos vivendo o século do empreendedor, no qual as pessoas não querem mais ser empregadas, elas querem ter o seu negócio”, afirmou Gehringer.

Segundo o palestrante, as mudanças nos fluxos habitacionais, como a grande transição entre zona rural e zona urbana, além da facilidade de acesso à educação superior, construiu um ambiente em que as pessoas precisam de cada vez mais qualificação para terem uma melhor remuneração do mercado de trabalho. “De repente saímos de uma geração onde poucos tinham diploma superior, e hoje muitos têm acesso. É vergonhoso ter ensino superior e ganhar apenas dois salários mínimos ao sair da faculdade. As pessoas fazem muito mais do que é possível ser pago pelo trabalho”, disse.

Gehringer ainda enfatizou os problemas causados pelo envelhecimento da população, que é uma das grandes causas da crise econômica brasileira: “O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é uma pirâmide financeira que vai acabar explodindo na nossa cabeça”.

O diretor da Stemac Geradores, Valdo Marques, falou sobre sua experiência no quadro “Chefe Secreto”. Uma das coisas que ele reparou durante as gravações foi algo que dificilmente é percebido no dia-a-dia. “Vamos evoluindo dentro da empresa e achamos que sabemos sobre todos os processos. Mas, no fundo, é diferente ouvir o que as pessoas falam e estar presente”, afirmou. Em um dos momentos em que o seu empregado (que no momento atuava como seu colega) tomou à frente da situação, Marques realmente percebeu a importância em ser empático com os seus clientes: “Tem jeito de errar se enxergar o mundo pelos olhos do cliente?”.

Marques ainda refletiu sobre uma das situações mais importantes que teve na experiência. “O líder tem que tomar decisões a toda hora, mas enfrentar sem estar preparado é irresponsabilidade. Tenho a certeza de que a sua boa sorte é diretamente proporcional às vezes em que tu te expõe ao mundo estando preparado”, finalizou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Orçamento Base Zero
Espumantes da Casa Perini: rótulos oficiais dos Jogos Olímpicos
Deixe seu comentário
Pode te interessar