Domingo, 29 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Cultura O auditório Araújo Vianna passa por uma revitalização

Investimento da concessionária é de aproximadamente R$ 2 milhões.

Foto: Maria Ana Krack/PMPA
Investimento da concessionária é de aproximadamente R$ 2 milhões. (Foto: Maria Ana Krack/PMPA)

A revitalização prevista no contrato de concessão de uso parcial do Auditório Araújo Vianna já está sendo executada pela concessionária vencedora da licitação. A Opinião Produtora, que será a gestora do espaço pelos próximos dez anos, realiza as obras de melhoria no espaço. “O Araújo Vianna, um dos mais importantes símbolos da cultura de Porto Alegre, inicia um novo capítulo de sua história”, salienta o secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse.

Os trabalhos envolvem limpeza da lona, pintura do prédio e outras reformas necessárias no espaço sob fiscalização dos engenheiros da prefeitura. Também serão executadas a restauração e a recuperação da esplanada de acesso do local e a execução do passeio frontal e acesso do pátio de serviços. A previsão de conclusão de todas as melhorias é abril.

“Faremos uma nova calçada na frente do auditório. As pessoas serão impactadas com toda a revitalização que será feita. Estamos tendo todo esse cuidado de entregar para a cidade um equipamento completamente recuperado nessa que, para mim, é uma das melhores casas de show do Brasil”, declara o sócio da Opinião Produtora, Rodrigo Machado. O investimento da concessionária nas melhorias do espaço é de aproximadamente R$ 2 milhões.

Mesmo com a totalidade das reformas marcadas para abril, em março já há alguns shows que serão realizados pela nova gestora do espaço. A programação oficial poderá ser encontrada neste site. O contrato ainda prevê que a prefeitura possa utilizar o auditório durante trinta dias no ano.

Concessão

A Opinião Produtora venceu a licitação apresentando o valor de outorga de R$ 6,1 milhões. Ela poderá fazer o uso dos espaços para eventos culturais, ficando vedado qualquer tipo de atividade político-partidária, sindical ou religiosa. O contrato prevê ainda a reforma do Teatro Túlio Piva, que está fechado desde 2014 e que deverá entrar em obras nas próximas semanas.

“Aproveitamos a lucratividade gerada pelo Araújo Vianna para inserir como uma das obrigatoriedades da concessionária a recuperação de um outro espaço cultural de Porto Alegre, o Túlio Piva, com o viés de valorização da cultura local e revertendo a parceria na entrega de mais serviços de cultura para a população”, pontua o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro. No teatro a preferência de datas da prefeitura é de 50%.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cultura

Prefeitura divulga dados contábeis das empresas de ônibus pela primeira vez
Aprovado projeto de lei que atualiza formato de gratificações a servidores municipais
Deixe seu comentário
Pode te interessar