Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Economia Beneficiários de programas sociais serão obrigados a atualizar seus dados

Compartilhe esta notícia:

Ao todo, oito milhões de famílias deverão atualizar as informações no Cadastro Único (CadÚnico). (Foto: Reprodução)

Os beneficiários de programas sociais — como o programa Auxílio Brasil (PAB), a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) — devem ficar atentos à retomada dos processos de averiguação e revisão cadastral de 2022. Ao todo, oito milhões de famílias deverão atualizar as informações no Cadastro Único (CadÚnico).

As famílias beneficiárias do Auxílio Brasil ou da TSEE com dados inconsistentes e que foram incluídas na averiguação cadastral têm até julho para atualizar os dados e evitar o cancelamento do benefício. Já as famílias da revisão cadastral, que estão com informações desatualizadas, têm até dezembro para regularizar os registros.

As famílias inscritas no Cadastro Único devem atualizar as informações a cada dois anos ou sempre que houver alguma alteração, seja na composição familiar, no endereço ou na situação de trabalho e renda de seus membros. Programas sociais como o Auxílio Brasil, o BPC/Loas, a TSEE e a ID Jovem exigem que o cadastro esteja atualizado para que as famílias possam receber.

Devido aos impactos da pandemia de Covid-19, o governo escalonou o processo de revisão cadastral. Neste ano, apenas as famílias com cadastros que foram atualizados pela última vez em 2016 ou 2017 serão convocadas para atualizar os dados no Cadastro Único. As famílias que atualizaram seus dados pela última vez em 2018 ou 2019 serão convocadas nos próximos anos.

Procedimentos

O novo aplicativo do Cadastro Único é uma das ferramentas para que as famílias cadastradas possam conferir se os dados estão atualizados. Além disso, as famílias beneficiárias do Auxílio Brasil receberão mensagens no extrato de pagamento do benefício e pelo aplicativo do programa. Já os beneficiários da TSEE poderão receber comunicados por mensagem na conta de energia elétrica.

Caso não tenha ocorrido nenhuma alteração nas informações prestadas na última entrevista, a família beneficiária poderá também fazer a atualização dos dados por confirmação pelo aplicativo do Cadastro Único. Porém, se for preciso alterar alguma informação, é necessário comparecer a um posto de cadastramento para uma nova entrevista de atualização cadastral.

Novo valor

Se você está inscrito no Auxílio Brasil, fique atento. O calendário de pagamentos de maio está prestes a começar e é possível que haja um reajuste na mensalidade. Nesta semana, o Senado aprovou o piso salarial de R$ 400 para o projeto, o que implica dizer que nenhum cadastrado deverá receber menos que essa quantia.

Para se certificar do pagamento, faça uma consulta pelo aplicativo do programa. Ele está disponível para os celulares IOS e Android, basta seguir as etapas abaixo:

— Faça o download do aplicativo do Auxílio Brasil;
— Inicie o acesso inserindo o número do CPF;
— Em seguida, crie uma senha e conclua o acesso;
— Após entrar no aplicativo, na tela inicial, clique no botão de consulta dos valores.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Golpe do leilão cresce na pandemia e dois mil sites falsos são identificados
Entenda a disputa de 9 bilhões de reais entre o governo brasileiro, Apple e Samsung
Deixe seu comentário
Pode te interessar