Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Mostly Cloudy

Política Bolsonaro diz que Estados e municípios devem dar explicações sobre testes de Covid-19 que podem perder a validade

Compartilhe esta notícia:

O presidente foi questionado sobre notícias de que testes armazenados e sem uso estão próximos de perder a validade

Foto: Alan Santos/PR
Na fala à nação, o presidente deve agradecer o trabalho dos profissionais de saúde. (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (23), em uma rede social, que o governo federal enviou “todo o material” para testes de Covid-19 a Estados e municípios e, portanto, eles devem dar explicações caso esses exames vençam antes de serem usados.

Bolsonaro fez a afirmação ao ser questionado sobre notícias de que testes armazenados e sem uso estão próximos de perder a validade. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo. De acordo com a reportagem, 6,86 milhões de testes do tipo RT-PCR armazenados em São Paulo podem perder a validade até janeiro de 2021. O estoque, conforme o jornal, é mantido pelo Ministério da Saúde, não por Estados e municípios.

“Todo o material foi enviado para Estados e municípios. Se algum Estado/munícipio não utilizou deve apresentar seus motivos”, afirmou Bolsonaro ao responder ao questionamento de uma seguidora.

Em nota divulgada no domingo (22), o Ministério da Saúde confirmou a existência de testes com data de validade próxima, mas não informou a quantidade de kits e não confirmou o número divulgado pelo O Estado de S. Paulo”.

O ministério informou ainda que nenhum teste perdeu a validade até o momento; que aguarda estudos sobre a viabilidade de estender o prazo de validade de testes comprados; e que os testes são distribuídos de acordo com a demanda dos Estados.

Já o Conselho Nacional de Secretários de Saúde declarou que alertou o governo federal diversas vezes sobre a falta de materiais para processar as amostras do teste PCR.

A comissão do Congresso que acompanha as medidas de enfrentamento à pandemia deve cobrar nesta semana explicações do governo federal sobre a existência desse estoque prestes a vencer.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Fiocruz prevê fabricar vacina contra o coronavírus para 130 milhões de brasileiros em 2021
Tribunal de Contas do Estado suspende licitação para coleta de lixo em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar