Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

Brasil Caixa anuncia redução de juros para crédito imobiliário

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje (8) a redução dos juros para financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). A taxa mínima passou de 8,5% ao ano mais a Taxa Referencia (TR) para 7,5%, mais a TR (que atualmente está zerada).

De acordo com o banco, a taxa efetiva mínima para imóveis residenciais será de 7,5% ao ano e a máxima será de 9,5% ao ano, mais a taxa referencial. As taxas anteriores variavam de 8,5% a 9,75% ao ano, mais TR. As simulações podem ser feitas no site da Caixa. O anúncio do banco público é uma reação a decisão dos dois maiores bancos privados do país, que reduziram os juros do financiamento imobiliário.

Essa é a segunda queda nos juros do financiamento imobiliário da Caixa. O banco já havia anunciado em junho uma redução de até 1,25 ponto percentual nas operações do SBPE e um programa para renegociar de contratos de financiamentos habitacionais para pessoas físicas.

Renegociação de dívidas

A instituição financeira informou que serão oferecidas opções diferentes de renegociação de dívidas:

  • Pagar à vista um valor de entrada e incorporar as parcelas atrasadas nas próximas prestações a vencer até o final do prazo contratual;
  • Utilização do saldo da conta vinculada do FGTS para reduzir o valor da prestação, conforme regras do fundo;
  • Alteração da data de vencimento da prestação.

O cliente que não se enquadrar nos critérios anteriores pode procurar uma agência da Caixa para verificar a possibilidade de acordo. Segundo a Caixa Econômica Federal, as condições de renegociação oferecidas dependem da situação do contrato, tais como valor contratado, valor da garantia, cota de financiamento e quantidade de prestações já pagas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Assaltantes utilizam explosivos para atacar agência bancária em Vale do Sol
Servidores ativos nomeados antes de 2016 também terão aumento da contribuição previdenciária
Deixe seu comentário
Pode te interessar