Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

Colunistas Doria poderá decretar calamidade para aplicar vacina chinesa sem aval da Anvisa

Compartilhe esta notícia:

Governador João Doria quer aplicar vacina chinesa em janeiro. (Foto: Reprodução de TV)

O governador João Doria, de São Paulo, poderá decretar “estado de emergência” como forma de iniciar a aplicação em janeiro. Essa seria a maneira de evitar que a vacina chinesa Coronavac tenha de se submeter à avaliação da Anvisa, Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. O Programa de Vacinação do governo paulista prevê o inicio em 15 de janeiro e tem um cronograma independente do Plano Nacional elaborado pelo Ministério da Saúde.

Lembram quando Weintraub afirmou que universidades são centros de drogas?

A Polícia Federal deu inicio a uma investigação para desmantelar redes de tráfico que agem dentro de universidades. Ontem, foi deflagrada a Operação Residence, que cumpriu 38 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão.

A Operação Residence, nome dado em referência à moradia universitária utilizada para armazenamento e distribuição das drogas, começou quando investigações apontaram que um estudante estava traficando drogas na UFPB (Universidade Federal da Paraíba).

A Operação da PF acaba confirmando o que o ex-ministro da Educação Abraham Weintrub afirmara em julho de 2019:

“Universidades federais são centros de drogas e isso é reflexo de ‘consumo desenfreado’.”

Ministério Público de olho na “Marcha dos Vereadores” Brasília

Vereadores eleitos e não reeleitos de todo o Brasil poderão raspar o cofre das diárias e das despesas aéreas neste fim de mandato. Faltando pouco mais de 15 dias para o término dos mandatos, a UVB, a União dos Vereadores do Brasil está promovendo, de a 8 a 11 de dezembro, em Brasília, a 19ª Marcha dos Vereadores e Vereadoras, ao custo de R$ 600 por inscrito.

A má notícia para os inscritos é que o Ministério Público pediu informações à UVB sobre a programação e o propósito da “Marcha”.

Governo gaúcho perto de aprovar teto de gastos

A estratégia do governador gaúcho, Eduardo Leite, aproveitando o melhor momento para apresentar ao Legislativo um teto de gastos no Rio Grande do Sul, parece acertada. Já existe uma sinalização positiva entre os deputados para aprovação do texto, que prevê o congelamento de despesas por 10 anos, e a redução pelo Executivo, dos repasses aos demais poderes e órgãos, de acordo com a receita.

Bolsonaro derrota qualquer candidato em 2022

Para desespero da oposição e dos setores da mídia que ostensivamente tentam desconstruir sua imagem, um levantamento divulgado ontem pelo instituto Paraná Pesquisas mostra o presidente Jair Bolsonaro na liderança da corrida presencial em todos os cenários para as eleições de 2022, no primeiro ou segundo turno.

Na pesquisa, Bolsonaro bate Sergio Moro, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), o apresentador Luciano Huck, o candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL), o governador de São Paulo, João Doria, João Amoêdo (Novo), o ex-presidente da República Lula (PT), a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede), o ex-ministro da Saúde Luis Henrique Mandetta e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Fatos históricos do dia 4 de dezembro
Ministro Tarcísio confirma agenda de Bolsonaro no RS
Deixe seu comentário
Pode te interessar