Domingo, 28 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy

Literatura Escolas de Porto Alegre selecionam 63 autores para o projeto Adote um Escritor

Compartilhe esta notícia:

Livros das editoras participantes são adquiridos e também outras obras para reforçarem as bibliotecas das instituições.

Foto: Arquivo/PMPA
Livros das editoras participantes são adquiridos e também outras obras para reforçarem as bibliotecas das instituições. (Foto: Arquivo/PMPA)

As escolas da rede municipal de ensino selecionaram 63 autores inscritos no projeto Adote um Escritor, para conversarem sobre suas obras com os alunos. Em 2020, os encontros serão virtuais. Neste ano, a prefeitura investe R$ 580 mil no projeto, desenvolvido desde 2002 na rede estatal, envolvendo a cada edição aproximadamente 46 mil alunos.

As escolhas ocorreram a partir de uma lista inicial contendo 105 nomes de autores. Agora, as escolas estão adquirindo as obras dos escritores e agendando os encontros on-line. Os autores gravarão um vídeo de 20 minutos que será colocado à disposição na Córtex e em outras plataformas. E ainda haverá um dia para a interação virtual em uma plataforma pública entre autor e estudantes.

Alguns autores foram requisitados por várias instituições, como a escritora Fátima Farias, que apresentará sua obra literária para 13 escolas. Mary França e Sonia Rosa foram selecionadas por 12 instituições.

Saiba mais

Além das conversas com os autores escolhidos, as escolas adquirem livros das editoras participantes e também outras obras para reforçarem os acervos das instituições. Todas as escolas de ensino fundamental e muitas de educação infantil já contam com bibliotecas. Os recursos do programa serão investidos também no pagamento dos cachês dos escritores.

Reconhecimentos

O Adote um Escritor já recebeu reconhecimentos como o troféu Destaque Literário do Prêmio Açorianos de Literatura (2013), foi duas vezes finalista do Prêmio Fato Literário (2006 e 2008) e teve menções honrosas e indicações em concursos da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (2010) e dos ministérios da Cultura e da Educação (2012).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Literatura

Após oito meses fechado, o Museu Júlio de Castilhos retoma atividades nesta quinta-feira com uma exposição inédita
Ministro diz que é preciso aprimorar segurança após ataques ao Superior Tribunal de Justiça e Tribunal Superior Eleitoral
Deixe seu comentário
Pode te interessar