Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

Magazine Fã-clubes de “Chaves” organizam campanhas pela volta do programa à televisão

Compartilhe esta notícia:

Chaves, o maior sucesso de Roberto Bolaños. (Foto: Divulgação)

Petições e campanhas espontâneas na internet pedem a volta da exibição de “Chaves” em emissoras de televisão no mundo. Criada e protagonizada por Roberto Gómez Bolaños em 1970, o programa foi retirado de todos os canais de televisão desde 1º de agosto porque, segundo a imprensa mexicana, a família do ator e o canal Televisa não chegaram a um acordo sobre os direitos da série.

A disputa judicial envolve cifras elevadas. Após a morte de Bolaños, a revista Forbes estimou que “Chaves” rendeu à Televisa cerca de US$ 1,7 bilhão até 2014.

“Embora estejamos tristes pela decisão, minha família e eu esperamos que ‘Chaves’ esteja em breve nas telas do mundo. Continuaremos insistindo e estou certo de que conseguiremos”, escreveu em sua conta do Twitter Roberto Gómez Ferán, filho do ator.

Menções na web

No último fim de semana, “Chaves” foi um dos termos mais comentados no Twitter. Fãs e grupos dedicados à série se mobilizaram em ações virtuais para tentar reverter a decisão, com várias mensagens de lástima dos espectadores, os quais ressaltaram os valores manifestados pelo programa, como a amizade, solidariedade e a honestidade

Um dos manifestos assinados por uma série de fã-clubes brasileiros diz: “Não nos calaremos diante dessa notícia. Nós, fãs de Chaves, Chapolin e Chespirito, reunidos nos principais fã-clubes, fóruns e comunidades de fãs dos seriados, pedimos que a Televisa e o Grupo Chespirito resolvam isso da forma mais rápida possível, chegando a um bom termo que beneficie a todos. Que tenham a sensibilidade de dar o devido valor a essas séries tão amadas por toda a América Latina”.

“Mundo precisa de diversão”

Florinda Meza, intérprete da personagem ‘Dona Florinda” no programa e viúva do ator, falecido em 2014, aos 85 anos, lamentou a decisão, fazendo alusão aos momentos difíceis que o mundo vive com a pandemia da Covid-19. “O que eu acho que se deixe de transmitir ‘Chaves’? Embora não tenha nada a ver porque inexplicavelmente não fui convocada para as negociações, acho que justo agora, quando o mundo mais precisa de diversão, fazer isto é uma agressão às pessoas”, escreveu em sua conta na rede social.

Graciela Gómez, filha de Bolaños, aludiu de forma indireta a prováveis desavenças com a Televisa, a maior emissora de TV hispânica. “É uma pena que quem mais se beneficiou dos programas de ‘Chaves’ afirme hoje que não valem mais nada. Aos seus filhos nos deixou sua cultura, seu amor, seu exemplo, seu estilo. Essa riqueza não pode ser quantificada. Os interesses econômicos não estão na família”, escreveu a jovem também no Twitter.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Gisele Bündchen comemora o aniversário do marido Tom Brady em família
“Estou no controle da minha vida”, diz Fabio Assunção
Deixe seu comentário
Pode te interessar