Terça-feira, 04 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fog

Brasil Homem mais rico do Brasil defende união e diálogo entre Lula e Fernando Henrique Cardoso

Compartilhe esta notícia:

"Incomoda que, no Brasil, as pessoas sejam tão preocupadas sobre ser de direita e ser de esquerda. Poucos falam sobre o que deveria ser feito", criticou o empresário (Foto: André Dusek/AE)

O empresário Jorge Paulo Lemann criticou a polarização política no Brasil por travar o progresso do País e defendeu o diálogo entre os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso. O empresário é o principal acionista da AB InBev e homem mais rico do Brasil, com um patrimônio de 83,7 bilhões de reais, segundo a revista Forbes.

“O pessoal não se entende. Até Fernando Henrique e Lula. Eles foram amigos, já trabalharam juntos e aí ficou nessa ciumeira de o Lula querer ser Fernando Henrique e Fernando Henrique querer ser Lula”, declarou. “Tem de se unir por algumas coisas e dizer: vamos conversar que é importante”, avaliou Lemann.

Em meio a essa polarização, “o PMDB fica ali no meio”, observou. “Acho que o PMDB vai saltar fora desse governo daqui a pouco. Aí que as coisas vão acontecer.” Lemann ponderou que discursos idealistas tampouco ajudam a construir soluções práticas. “Está cheio de gente no Brasil que acha que igualdade é uma beleza. Eu acho igualdade uma beleza também, só que não funciona. Igualdade de oportunidade, isso sim. Agora, igualdade por igualdade. As pessoas não são iguais.”

Em discurso em um evento organizado pela Fundação Lemann, na Universidade Columbia, em Nova York (EUA), o empresário afirmou que “incomoda que, no Brasil, as pessoas sejam tão preocupadas sobre ser de direita e ser de esquerda. Poucos falam sobre o que deveria ser feito, sobre o que é prático e o que pode ajudar o País”, criticou. (Folhapress)

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Governo aumenta previsão de “encolhimento” da economia brasileira e de inflação para este ano
Abertas as inscrições para o concurso público da Carris
Deixe seu comentário
Pode te interessar