Sábado, 11 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Mostly Cloudy

Brasil Imagens mostram operários quebrando coluna minutos antes de prédio cair

Compartilhe esta notícia:

O prédio desabou por volta das 10h30. (Foto: Reprodução)

Imagens registraram o momento que operários quebram uma das colunas de sustentação do edifício Andrea, em Fortaleza (CE), minutos antes da queda do prédio, na última terça-feira (15). As imagens foram obtidas pelo RedeTV News nesta sexta-feira (18).

No vídeo, os trabalhadores aparecem usando marretas para quebrar uma das colunas. Minutos depois de ele começar os trabalhos na estrutura, uma parte de reboco começa a se desprender na entrada do edifício – e segue caindo das 10h08 até 10h28. O prédio desabou por volta das 10h30.

O porteiro, o operário a síndica e dois engenheiros ainda aparecem nas imagens. Os quatro homens conseguiram escapar. A síndica, no entanto, está entre as quatro pessoas que continuam desaparecidas. Ao todo, seis pessoas foram encontradas mortas até agora. Outras sete foram resgatadas com vida.

Além de Rosane Marques de Menezes, morreram também na tragédia: Frederick Santana dos Santos, 30 anos; Izaura Marques Menezes, de 81 anos; Antônio Gildásio Holanda Silveira, de 60 anos; Nayara Pinho Silveira, 31 anos; e Maria da Penha Bezerril Cavalcante, de 81 anos.

O prédio desabou na manhã de terça-feira (15), por volta das 10h30. Localizado no cruzamento da rua Tibúrcio Cavalcante com rua Tomás Acioli, no bairro Dionísio Torres, as informações são de que o imóvel vinha passando por obras.

De acordo coma a Secretaria de Segurança, os trabalhos de busca das vítimas do desabamento do continuam ininterruptamente até que todas as vítimas sejam retiradas dos escombros. “Servidores do Sistema de Segurança cearense atuam de forma ininterrupta nas buscas por sobreviventes”.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Dia do Médico: Cremers entrega Medalha Mérito Médico 2019 a 127 profissionais
Lula conseguiu uma liminar para não depôr sobre a compra de caças para a Força Aérea Brasileira
Deixe seu comentário
Pode te interessar