Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
24°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Flávio Pereira Lembrando Lula: “se prenderem meu filho, arrasto todo STF junto”

Compartilhe esta notícia:

Ministros ingressando no plenário do STF. (Foto: Reprodução/STF)

Em dezembro de 2019, a Polícia Federal pediu a prisão de Lulinha, filho de Lula, criminoso venerado pela esquerda, e por pseudointelectuais brasileiros. Lula fez o seguinte alerta: “se prenderem meu filho, arrasto todo STF junto”. O pedido não deu em nada. O recado parece que foi ouvido. Em março deste ano, o ministro Edson Fachin surpreendeu o mundo jurídico, anulando condenações de Lula relacionadas à Lava-Jato que já haviam sido chanceladas por outras instâncias, como o TRF4 e o STJ, após considerar que 13ª Vara Federal de Curitiba não tinha competência para julgar casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula. Logo a seguir, “todo STF junto” referendou a decisão monocrática de Fachin. Mesmo que a decisão tenha contrariado jurisprudência consolidada do STF e dos tribunais brasileiros, ao aceitar a juntada de provas obtidas por meio criminoso, como foi a invasão dos telefones de juízes e promotores.

Lula e Lulinha, tudo a ver

Não por acaso, Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, um dos filhos de Lula, encontrava-se a caminho de uma condenação. A Operação Mapa da Mina está comprovando que o apartamento luxuoso, de 335 m2 avaliado em R$ 3 milhões, que Lulinha “alugou” nos Jardins – e que no papel pertenceria a Jonas Suassuna, seu sócio em vários negócios –, na verdade seria mesmo do filho do ex-presidente. Suassuna é também o dono do Sítio de Atibaia, usado pelo papai, o ladrão-mor.

O “professor” Otto Alencar errou

O senador Otto Alencar, médico com currículo medíocre, que dá carteiraço de “professor de medicina”, errou redondamente na CPI. Já havia dito que considera água mais eficiente que cloroquina. Mas segundo Filipe Martins, Assessor Internacional do Governo, Otto foi pego em outro mico:

“Otto Alencar disse que a covid-19 pertence à família betacoronavírus, que na realidade é só um dos gêneros de uma das subfamílias da coronaviridae. A Dra Nise ensinou na CPI que a covid-19 pertence à família coronaviridae. Ela estava certa. Ele falou bobagem. Mas o aplaudido pela mídia foi ele.”

No MDB, baixo clero quer expulsar Osmar Terra

Descontente com a amizade e confiança do presidente Jair Bolsonaro a Osmar Terra, um grupo de emedebistas gaúchos integrantes do baixo clero, tenciona expulsar do partido, o médico, ex-ministro e deputado gaúcho.

A acusação gravíssima a Osmar Terra: justamente a amizade com o presidente da República.

O mesmo grupo não vê nenhum problema em conviver com o “vagabundo” (nas palavras do senador Flavio Bolsonaro) Renan Calheiros. Ou “prontuário ambulante”, na definição dada ao senador alagoano pelo jornalista Augusto Nunes.

Placar das vacinas

Dados divulgados pelo presidente Jair Bolsonaro, com a atualização das vacinas na última sexta-feira às 19h: 102,984 milhões de vacinas distribuídas, e 70,753 milhões aplicadas em todo o país.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Imprensa internacional destaca crescimento da nossa economia. Aqui, reina o silêncio
Sem limites, ministros do STF tentam dividir as Forças Armadas
https://www.osul.com.br/lembrando-lula-se-prenderem-meu-filho-arrasto-todo-stf-junto/ Lembrando Lula: “se prenderem meu filho, arrasto todo STF junto” 2021-06-07
Deixe seu comentário
Pode te interessar