Sábado, 31 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Mundo Martín Vizcarra sobrevive a processo de impeachment e fica no cargo de presidente do Peru

Compartilhe esta notícia:

Foram 78 votos contra o impeachment, 32 a favor e 15 abstenções

Foto: Presidência do Peru
Foram 78 votos contra o impeachment, 32 a favor e 15 abstenções. (Foto: Presidência do Peru)

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, sobreviveu nesta sexta-feira (18) à votação de impeachment no Congresso. Foram 78 votos contra o impeachment, 32 a favor e 15 abstenções.

O resultado era esperado, segundo analistas políticos ouvidos pela imprensa peruana. A oposição avaliava que o momento – de crise gerada pela pandemia do coronavírus – não favorecia uma discussão sobre impeachment a apenas um ano das próximas eleições presidenciais.

O processo de impeachment contra Vizcarra, de 57 anos, foi aberto na semana passada, depois do vazamento de áudios que, segundo parlamentares, mostram o presidente tentando minimizar a sua relação com o cantor Richard Cisneros, investigado por conta de contratos irregulares com o governo.

Nos áudios, Vizcarra conversa com duas assessoras sobre as idas de Cisneros ao palácio presidencial e pede para que mintam em um inquérito parlamentar. Em seu discurso diante dos parlamentares, o presidente colocou-se à disposição do Ministério Público e fez um apelo para que os congressistas “não se distraiam” neste momento em que o país enfrenta a crise do coronavírus.

Segundo o mandatário, não havia comprovação de irregularidades que justificassem a sua destituição. “O único ato ilegal que está comprovado até agora é a gravação clandestina”, afirmou.

Apesar do desgaste, Vizcarra mantém alta a sua popularidade. Uma pesquisa da Ipsos apontou que oito a cada dez peruanos querem que ele permaneça à frente do Executivo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Cemitério do Rio de Janeiro inaugura monumento aos mortos pelo coronavírus
Marília Mendonça explica apoio ao ex-namorado: “A gente se admira ainda mais depois de terminar”
Deixe seu comentário
Pode te interessar