Domingo, 29 de Março de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
29°
Fair

Bem-Estar Medicamento japonês pode combater o coronavírus

Ilustração do coronavírus criada pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA

Foto: Reprodução
Medida foi tomada pelo estabelecimento para reduzir risco de contágio de coronavírus. (Foto: Reprodução)

Testes preliminares feitos com um pequeno grupo de pacientes na China sugerem que um medicamento desenvolvido para combater outras doenças virais também poderia ter efeitos positivos contra a atual pandemia de Covid-19. Trata-se do Favipiravir, produzido comercialmente no Japão com o nome de Avigan.

O fármaco ainda não tem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não podendo, portanto, ser vendido no Brasil. Hoje, ele é produzido apenas sob demanda no país onde foi desenvolvido.

Segundo Zhang Xinmin, funcionário do Ministério da Ciência e Tecnologia da China, cerca de 80 pacientes da região de Shenzhen que receberam o remédio tiveram melhora mais rápida de seus sintomas respiratórios e demoraram menos tempo para eliminar o vírus de seu organismo.

De acordo com o Nikkei Asian Review, jornal japonês de língua inglesa, essas melhoras se deram após 4,6 dias (no caso da tosse) e quatro dias (no caso dos testes sobre a presença do material genético do vírus), contra uma média de seis e 11 dias dos pacientes que não tomaram o remédio.

Os dados disponíveis até o momento indicam que o Favipiravir atrapalha o processo de cópia do RNA, molécula “prima” do DNA que serve de material genético para muitos vírus, como o novo coronavírus.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Sine de Porto Alegre altera forma de atendimento devido ao coronavírus
Sesi e Senai suspendem as aulas presenciais no Rio Grande do Sul
Deixe seu comentário
Pode te interessar